Também pode lhe interessar:

In-feed

Sapos venenosos são mais “atléticos” que os inofensivos

A exuberante natureza da selva amazônica continua inspirando descobertas científicas. A partir de um divertido teste com mais de 50 espécies de sapos, cientistas da Universidade da Carolina da Norte (EUA) chegaram a uma conclusão inusitada: sapos venenosos são fisicamente mais aptos do que os não-venenosos.

Os sapos coletados habitam florestas da Colômbia, Equador, Venezuela e Panamá. Entre as espécies, havia algumas não-venenosas e outras na qual o animal secreta um poderoso veneno através da pele. Os mais de 500 batráquios, no total, passaram por testes feitos em circuitos e tubos de plástico, semelhantes àquelas rodas de hamsters. Graças à maior capacidade de absorção de oxigênio e transferência deste para os músculos, os exemplares venenosos saíram vitoriosos na competição entre os anfíbios.
A explicação mais aceitável para essa vantagem, sobre a qual ainda não há certeza, são as diferenças de hábito de vida entre as espécies. Para poder secretar o veneno através da pele, os vencedores da “Olimpíada Anfíbia” precisam comer nutrientes presentes em formigas e outros insetos difíceis de capturar, ou seja, é um caçador mais ativo.

Comentários

In-feed

Também pode lhe interessar:

Postagens mais visitadas deste blog

Passo a passo: Como fazer sabão em casa

Banana Roxa: Você conhece?

Os 10 Peixes mais bonitos do Mundo

Borboleta 88 (Em Extinção)

O fascínio da Lua...

Aranha caranguejeira Ravine