Também pode lhe interessar:

In-feed

Confira os tipos de contaminação encontrados nos alimentos

Vestígios de bactérias fecais em bolos na China e carne de cavalo em hambúrguer dito bovino no Reino Unido são algumas das recentes descobertas indesejáveis. E, por mais repugnante que pareça, há níveis aceitáveis de contaminação.
“É economicamente inviável cultivar, colher e processar alimentos completamente livre de tais incidentes”, declarou a Agência de Medicamentos e Alimentos (Food and Drug Administration) dos Estados Unidos. Confira os níveis máximos permitidos, segundo o site espanhol Xataka Ciencia.   
Chocolate: cada 100 g podem conter 60 fragmentos de insetos e um pelo de roedor.
Tomate em conserva: seriam 10 ovos de mosca por 500 g e 30 a cada 100 g de molho.
Espinafre congelado: 50 larvas de centopeias por 100 g.
Suco de frutas cítricas enlatado - 5 ovos de mosca por 250 ml.
Batata frita: 6% delas podem estar podre.
Milho doce: pode apresentar larvas de inseto inferiores a 2 ou 3 mm.
Pipoca: pode conter excremento ou pelo de roedor por recipiente.
Macarrão: 225 fragmentos de insetos em 25 g. 

Gente... Eu estou abismada com tudo isso...
 

Fonte: Saúde/Terra

Comentários

Postar um comentário

In-feed

Também pode lhe interessar:

Postagens mais visitadas deste blog

Passo a passo: Como fazer sabão em casa

Banana Roxa: Você conhece?

Os 10 Peixes mais bonitos do Mundo

Borboleta 88 (Em Extinção)

O fascínio da Lua...

Aranha caranguejeira Ravine