Também pode lhe interessar:

In-feed

A Suécia quer o seu lixo


Depois do famoso grupo sueco Abba da década de 1970 e 1980, a Suécia volta a ganhar fama no mundo. O pequeno país nórdico está quebrando todos os recordes - em recliclagem de resíduos. O Programa Sueco de geração de energia a partir do lixo é um sucesso estrondoso, mas, recentemente, o seu sucesso também gerou uma questão surpreendente: Simplesmente não há lixo suficiente no país.

Apenas 4% do lixo sueco acaba em um aterro sanitário, de acordo com o Órgão de Gestão de Resíduos sueco . Devido à sua eficiência na conversão de resíduos em energia renovável, a Suécia começou recentemente a importação de cerca de 800 mil toneladas de lixo por ano de outros países.
A Noruega, por exemplo, está pagando para a Suécia levar o lixo daquele país. Isso provavelmente ocorrerá também com outro países como a Bulgária, a Romênia e a Itália que poderão futuramente exportar lixo para a Suécia tratar.  Foi o que informou Catarina Ostlund, Conselheira Sênior da Agência de Proteção Ambiental Sueca, já que esses países dependem fortemente de aterros - um sistema altamente ineficiente e ambientalmente degradante.

A Suécia está liderando o caminho na gestão de resíduos, mas é um dos poucos. Vivemos em um mundo onde quase 70% das criaturas marinhas que vivem nas profundezas do mar estão em contato com o lixo humano, como sacos plásticos e garrafas de cerveja. Nos Estados Unidos, 250 milhões de toneladas de lixo foram geradas só em 2010, e apenas cerca de 34% foi reciclado.
Exemplo de lixo encontrado nos fundos dos mares
A Suécia cria energia para cerca de 250 mil casas e responde por um quinto do sistema de aquecimento no país, segundo informado pela Gerência de Resíduos sueco. Suas usinas de reciclagem representam um olhar para o futuro, onde os países poderão ganhar dinheiro com seu lixo - e não apenas despejá-lo no mar ou enterrá-lo em aterros sanitários.

"Eu diria que talvez, no futuro, os resíduos serão valorizados ainda mais", disse Catarina  "Então talvez você poderá vender o lixo, porque haverá uma escassez desses recursos no mundo."

Por enquanto, os Escandinavos mostram que é lucrativo reciclar o lixo.

Fonte: The Two Way

Comentários

In-feed

Também pode lhe interessar:

Postagens mais visitadas deste blog

Passo a passo: Como fazer sabão em casa

Banana Roxa: Você conhece?

Os 10 Peixes mais bonitos do Mundo

O fascínio da Lua...

Borboleta 88 (Em Extinção)

Alongamentos: exercícios para aumentar a flexibilidade muscular que possibilita ampliar e agilizar qualquer movimento corporal