Também pode lhe interessar:

In-feed

Raposa Branca do Ártico

A raposa ártica é um animal que se adaptou perfeitamente a condições extremas de frio. Seu focinho é curto, suas orelhas são pequenas e arredondadas, o corpo é rechonchudo, possui pêlos longos e lanosos que lhe dão uma aparência pesada de um animal típico do Pólo Norte. Se movimentam muito bem, tanto na neve como no gelo.  Também são bons nadadores.

Raposa Branca do Ártico

Habita o locais do Hemisfério Norte. Com uma longevidade que varia de 3 a 10 anos, ela tem uma comprimento médio de 50 cm e 1 metro e, até o ombro, tem 28 cm de altura. Pesa de 2,5 a 7 quilos. Sua cauda tem cerca de 30cm.

Raposa Branca do Ártico

Quanto a sua pelagem, ela é branco. Porém no verão ela torna-se castanha-parda. Para não correr o risco de afundar na neve, possui patas grandes com pêlo lanudo, que funciona como um antiderrapante e confere isolamento.

Raposa Branca do Ártico

Elas percorrem cerca de 2.300 quilômetros todos os anos enquanto procuram comida. Ela caça lemingues, ratos, dentre outros mamíferos, caranguejos e peixes na costa, assim como aves marinhas e seus ovos.

Raposa Branca do Ártico

Uma curiosidade é que as raposas-do-ártico tem o hábito de seguirem ursos-polares, colhendo o resto que estes deixam de suas caças, principalmente à focas.

Raposa Branca do Ártico

Sendo que, onde vivem, o inverno é extremamente rigoroso, as Raposas do Ártico costumam armazenar comida em tocas e consumi-las durante a estação fria.

Raposa Branca do Ártico

No início do verão, uma média de 6 à 10 filhotes são "produzidas" por um casal de Raposas do Ártico, depois de 50 dias de gestação da mãe.

Raposa Branca do Ártico

Outras fêmeas podem ajudar a criar os filhos de um casal. Uma Raposa do Ártico se reproduz por toda a sua vida com o mesmo parceiro. Os filhotes das Raposas do Ártivo ficam em zonas, que podem ser tocas, geralmente sem muito gelo e entre pedras.

Raposa Branca do Ártico

A raposa branca do ártico é um animal incrivelmente resistente que pode sobreviver às temperaturas geladas do Ártico nas terras sem árvores onde vive. Tem sola peluda, orelhas curtas e um focinho curto - adaptações importantes para o clima frio. As raposas árticas vivem em tocas e, em caso de nevasca, podem criar um túnel na neve para criar abrigo.

Adaptações árticas da Raposa Branca

As raposas árticas têm belas pelagens brancas (às vezes azul-acinzentadas) que agem como uma camuflagem de inverno muito eficaz. Os tons naturais permitem que o animal se misture com a neve e o gelo onipresentes da tundra. Quando as estações mudam, a pelagem da raposa também muda, adotando uma aparência marrom ou cinza que fornece cobertura entre as rochas e plantas da tundra de verão.

Raposa Branca do Ártico

Essa mudança na cor da pelagem ajuda as raposas a caçarem roedores, pássaros e até peixes de maneira eficaz. Mas, no inverno, as presas podem ser escassas no solo. Nessas ocasiões, as raposas árticas seguirão o principal predador da região - um urso polar - para comer os restos de suas matanças. As raposas também comem vegetais, quando disponíveis.

Como a de um gato, a cauda grossa dessa raposa ajuda seu equilíbrio. Mas para uma raposa ártica, a cauda (ou “escova”) é especialmente útil como cobertura quente no tempo frio.

As raposas árticas fêmeas dão à luz a cada primavera a uma grande ninhada de até 14 filhotes.


Como a Raposa Branca se alimenta

Quando não está tentando se aquecer ou evitar predadores, uma raposa do ártico está em busca de comida. Eles preferem comer pequenos roedores chamados lemingues, mas quando os tempos estão difíceis, eles comem tudo o que podem encontrar: insetos, frutas vermelhas e até mesmo fezes de outros animais. Às vezes, uma raposa ártica segue um urso polar em uma viagem de caça e come seus restos.

Raposa Branca do Ártico

Se uma raposa não conseguir encontrar comida ou se o tempo ficar muito ruim, ela pode cavar uma toca de neve e agachar-se por até duas semanas. Contanto que a raposa esteja quente, ela pode diminuir sua frequência cardíaca e metabolismo, o que ajuda o animal a economizar energia para que ele não tenha que comer tanto. É como os ursos hibernam, mas por um período de tempo mais curto.

Assim que o animal sair de sua toca, ele tentará caçar novamente. Com comida na barriga, a raposa do ártico tem uma chance melhor de sobreviver a outro inverno longo e escuro.

Raposa Branca do Ártico

Curiosidades sobre a Raposa Branca

  • A Raposa Branca do Ártico pode sentir o cheiro de uma toca de focas a um quilômetro de distância.
  • As Raposas Brancas do Ártico podem ser brancas, marrons ou mesmo cinza-azuladas. Sua cor depende da época do ano.
  • As tocas da Raposas do Ártico são usadas por gerações - algumas têm até 300 anos.
  • Essas Raposas têm orelhas pequenas. Isso reduz a perda de calor porque assim ficam menos expostas ao frio.

Comentários

In-feed

Também pode lhe interessar:

Postagens mais visitadas deste blog

Passo a passo: Como fazer sabão em casa

Banana Roxa: Você conhece?

Os 10 Peixes mais bonitos do Mundo

Borboleta 88 (Em Extinção)

O fascínio da Lua...

Aranha caranguejeira Ravine