Também pode lhe interessar:

In-feed

Pufferfish, Fugu, Peixe Bola ou Baiacu - o peixe que infla e vira uma bola

O Baiacu, como também é conhecido o Peixe Bola no Brasil, além de muito venenoso, tem essa habilidade de inflar quando algum predador se aproxima, dificultando muito a vida de quem gostaria de se alimentar dele. 

Claro que se algum animal comer esse Peixe Bola, ele vai morrer, mas justamente para evitar ser comido e se salvar que ele infla, pois impede de ser comido. Veja no vídeo como que a técnica funciona muito bem

Puffer Fish, Fugu ou o peixe bola - o peixe que infla e vira uma bola!

No Japão esse peixe é uma iguaria, mas é preciso saber limpar para evitar o veneno.  Fugu é tão venenoso que, no Japão, os chefs de Fugu são especialmente treinados para o trabalho e são testados antes de ser emitido um certificado de boas práticas.

Puffer Fish, Fugu ou o peixe bola - o peixe que infla e vira uma bola!

A formação tem dois ou três anos. A fim de passar, o cozinheiro deve responder a uma prova escrita, e, em seguida, dar uma demonstração da sua capacidade de corte. A parte final do teste envolve o chef comendo os pedaços de Fugu que ele tenha cortado, para garantir que não contenha o veneno do animal.
 Puffer Fish, Fugu ou o peixe bola - o peixe que infla e vira uma bola!

O Baiacu é venenoso

Um predador que consiga agarrar um Baiacu antes que ele infle não terá sorte por muito tempo. Quase todos os Peixes-bola contêm tetrodotoxina, uma substância que os torna de sabor desagradável e muitas vezes letal para os peixes. 

Para os humanos, a tetrodotoxina é mortal, pois ela é até 1.200 vezes mais venenosa do que o cianeto. Há toxina suficiente em um Baiacu para matar 30 humanos adultos, e não há antídoto conhecido.

O Baiacu é uma comida muito apreciada

Surpreendentemente, a carne do Baiacu é considerada uma iguaria. Chamado de Fugu no Japão, é extremamente caro e preparado apenas por chefs treinados e licenciados que sabem que um corte ruim significa a morte quase certa para o cliente. Na verdade, ocorrem muitas dessas mortes anualmente no Japão pelo veneno do Baiacu em pratos mal-preparados nos caros restaurantes japoneses.

Risco de Extinção

Algumas espécies de Baiacu são consideradas vulneráveis ​​devido à poluição, perda de habitat e pesca excessiva, mas a maioria das populações é considerada estável.

Peixe Bola, PufferFish, Fugu ou Peixe Bola

Espécies de Baiacu ou Peixe-Bola

Existem mais de 120 espécies de Baiacu em todo o mundo. A maioria é encontrada em águas oceânicas tropicais e subtropicais, mas algumas espécies vivem em água salobra e até doce. Eles têm corpos longos e cônicos com cabeças bulbosas. Alguns usam marcações e cores fortes para anunciar sua toxicidade, enquanto outros têm cores mais discretas para se misturarem ao ambiente.

Eles variam em tamanho, desde o Peixe-Balão Anão ou Pigmeu de 2-3 cm de comprimento até o Peixe-Balão Gigante de água doce, que pode atingir mais de 60 centímetros de comprimento. Eles são peixes sem escama e geralmente têm pele áspera a pontiaguda. Todos têm quatro dentes que se fundem em forma de bico.



Comentários

In-feed

Também pode lhe interessar:

Postagens mais visitadas deste blog

Passo a passo: Como fazer sabão em casa

Banana Roxa: Você conhece?

Os 10 Peixes mais bonitos do Mundo

O fascínio da Lua...

Alongamentos: exercícios para aumentar a flexibilidade muscular que possibilita ampliar e agilizar qualquer movimento corporal

Víbora Rinoceronte (Bitis nasicornis)