Destaque

22 coisas que as pessoas felizes fazem diferente

Existem dois tipos de pessoas no mundo: aquelas que escolhem ser felizes, e aquelas que optam por serem infelizes. Como sermos felizes? ...

Também pode lhe interessar:

Melhores sites para se preparar para concursos

Melhores sites para se preparar para concursos

Fonte: pexels.com


A aprovação em um concurso público é um sonho que motiva milhares de brasileiros todos os anos, apesar de ser uma jornada difícil e cheia de desafios ainda é a principal opção para alcançar a estabilidade na carreira profissional para muitas pessoas. Por esses e outros motivos, a experiência de prestar um concurso público é extremamente competitiva.


Para ser aprovado em meio a um ambiente tão competitivo é preciso que os candidatos se dediquem arduamente aos estudos antes da prova, porém estudar mais não garante uma aprovação, é importante que os candidatos sejam capazes de estudar de forma mais eficiente do que os concorrentes.

3 plataformas para se preparar para concursos públicos

Melhores sites para se preparar para concursos

Fonte: pexels.com


Quando se trata de melhorar a qualidade dos estudos é essencial que o candidato saiba como estudar e não apenas isso, também é importante que ele saiba quais são as melhores fontes para adquirir conhecimento de qualidade e de maneira eficiente. 


Na busca de entender melhor esse mercado, hoje vamos avaliar 3 sites que oferecem oportunidades de estudo para pessoas que estejam em busca de novas formas de se preparar para a aprovação em um concurso público.


Study Bay

O primeiro site que vamos discutir hoje é o StudyBay, uma plataforma que permite que o estudante tenha acesso a especialistas em diversos assuntos para receber auxílio em tarefas acadêmicas. 


Apesar do seu público principal ser o de estudantes universitários, o StudyBay tem potencial para ser utilizado por quem está se preparando para um concurso público. Especialmente para concursos que exigem conhecimentos mais específicos, vale a pena ter o apoio de um profissional na área para cobrir os conteúdos do edital.


O StudyBay também possui um blog (https://mystudybay.com.br/blog/) com artigos sobre diferentes tópicos do mundo acadêmico, sendo bastante útil na hora de se preparar para concursos que envolvam redação além da prova objetiva. Como, por exemplo, o concurso da Escola de Sargento das Armas no qual a redação costuma ser o maior problema para os candidatos. Nesses casos a possibilidade de ter um melhor entendimento do processo de escrita se mostra útil.


PCI Concursos

A plataforma PCI Concursos (https://www.pciconcursos.com.br/) é um portal para concursos realizados em todo o território nacional. No site é possível encontrar todas as informações relacionadas a concursos, sendo útil para se manter atualizado sobre os concursos a serem realizados no país.


O site não inclui apenas notícias e atualizações sobre os concursos públicos realizados em diferentes regiões do país, além disso também conta com simulados, vídeo-aulas, dicas, provas anteriores e gabaritos de forma gratuita. Isso se mostra útil especialmente para quem está começando e quer fazer um estudo mais geral na preparação, porém o conteúdo gratuito se mostra limitado para estudos mais específicos.


Além de todo o material gratuito disponível no site, também é possível comprar apostilas de apoio com diversas opções para concursos e cargos específicos, algo que pode ser útil especialmente para concursos concorridos de cargos que envolvem conhecimentos específicos de temas como legislação.


Aprova Concursos

O Aprova Concursos (https://www.aprovaconcursos.com.br/), assim como a plataforma discutida anteriormente é um site que tem como público alvo as pessoas que tem interesse em prestar concursos públicos. Tendo inclusive uma abordagem bastante parecida, porém alguns pontos importantes separam os dois.


No Aprova Concursos o foco principal é em questões de concurso, sendo possível acessar questões dentro da própria plataforma, porém para fazer uso dos recursos disponibilizados é preciso pagar uma assinatura mensal. É possível experimentar gratuitamente por 30 dias, mas o site não oferece conteúdos gratuitos além desse período de teste.


Entre os conteúdos pagos disponíveis no site estão diversos cursos preparatórios específicos para concursos, além de simulados e a já citada assinatura mensal para acessar o banco de questões da plataforma. 


Por último, a plataforma também possui um blog onde são divulgadas notícias relevantes, vídeos tirando dúvidas comuns e artigos com os principais temas cobrados em para diversos cargos de concursos públicos.


Afinal, qual a diferença de uma Smart TV para uma não Smart? Descubra!

Afinal, qual a diferença de uma smart tv para uma não smart? Descubra!

A conexão com a internet tem se tornado algo cada vez mais essencial para aqueles que desejam usufruir o melhor dos recursos digitais em uma TV. 

Isso tem ficado ainda mais evidente, especialmente em dispositivos como smartphones, notebooks e computadores. 


Pensando nisso, podemos dizer que escolher um bom aparelho televisor hoje em dia, significa decidir pela melhor televisão com sistema inteligente, as chamadas Smart TVS


Porém, será que as não Smart TVs conhecidas como TVs convencionais já foram ultrapassadas? Afinal, quais são os principais diferenciais de uma smart TV para uma não smart?


Bom, será sobre isso que falaremos no artigo de hoje. Neste artigo te mostraremos os principais diferenciais de uma Smart TV para uma não Smart e o que esperar de cada modelo. 


Smart TV: sinônimo de tecnologia e conectividade 


As Smart TVs surgiram para dar vida a um conceito muito essencial nos dias de hoje - conectividade. 


Atualmente, ser inteligente corresponde a estar conectado e com um equipamento desses, você pode não só assistir a programação oferecida pelos canais da televisão aberta ou mesmo aqueles que você adquiriu em um plano de TV por assinatura, mas também assistir a filmes, jogar, acompanhar as redes sociais e usar muitos outros aplicativos – isso tudo sem precisar utilizar um celular, tablet ou computador.


Nas televisões mais modernas é possível, inclusive, usar o comando de voz e gestos para fazer postagens, sem precisar ter um computador conectado a elas.


Outro ponto muito interessante é que as fabricantes dessas Smart TVs também costumam disponibilizar aplicativos parceiros, às vezes com conteúdo exclusivo para a marca, sempre respeitando plataformas compatíveis com o processador do aparelho. Em alguns modelos, há grande quantidade de aplicativos, mas claro que isso se reflete no preço.


Apesar de ser algo ainda muito moderno, muitas dessas TVs também podem exibir conteúdo tridimensional, sendo também possível encontrar modelos de Smart TV 3D, que já vêm com óculos para filmes ou até óculos especiais para jogos.


Algumas Smart TVs também disponibilizam um acessório muito útil nos dias de hoje, as Webcams, uma boa opção para quem gosta de participar de conversas por vídeo.


E essa não é a única utilidade deste acessório já que em alguns modelos é a câmera que reconhece o controle de gestos.


A Smarts TVs hoje em dia também já vem, em sua maioria, com uma integração com outros dispositivos, que pode ser feita com fio, por meio de conexões como HDMI, MHL e USB, ou sem fio, com as tecnologias DLNA, NFC e Bluetooth. 


Pensando nisso, antes de escolher seu modelo de Smart TV, recomendamos que verifique se ela é compatível com seu smartphone, tablet, Blu-Ray Player etc.


Tais conexões são muito úteis e servem para compartilhar conteúdo, exibir arquivos armazenados em outras fontes e até espelhar a tela da Smart TV em um tablet ou smartphone e vice-versa.


Confira agora os prós e contras de uma TV comum, sem acesso direto a Internet, e descubra se comprar ou usar um televisor sem ser Smart ainda vale a pena.


Smart TVs x TV convencionais - principais diferenciais de cada modelo 


Como já demonstramos neste artigo, consideramos uma TV como Smart, principalmente, pelo fato de que o aparelho pode ser conectado à Internet, tendo acesso a aplicativos, jogos e conteúdo distribuído via streaming a partir da rede.


Numa TV convencional, em contrapartida, não há nada disso: o aparelho não acessa a Internet e o sistema operacional, rudimentar, é feito apenas para gerenciar as funções do aparelho, como sintonização de canais, controle de volume, conexão com outros aparelhos via portas de saída e entrada e etc. 


E quando nos referimos a qualidade de imagem e som, podemos dizer que as Smart TVs podem também tirar proveito de ajustes mais precisos e recursos de configuração da qualidade de imagem e som que você, eventualmente, não encontraria na TV comum. 


Porém, aqui é importante deixarmos claro que essas configurações avançadas não vão deixar um aparelho muito à frente do outro em termos de qualidade de áudio e vídeo.


E quando nos referimos a conectividade, se deixarmos de lado o fator  evidente que a TV sem ser Smart em geral não acessa à Internet, saiba que é possível sim ver o mesmo grau de equilíbrio em termos de portas de entrada e saída.


A nossa única recomendação é que você opte sempre por aparelhos de TV com a maior quantidade possível de portas HDMI e USB. 


Isso porque o HDMI vai permitir deixar sua TV inteligente se você quiser (ou se ela já for Smart, vai te proporcionar uma porta de saída para experimentar outras plataformas), e a entrada USB garante que poderá baixar vídeos da Internet para reproduzir no seu aparelho.


Para finalizar, é importante frisarmos que, apesar dos diferenciais de uma Smart TV para uma convencional serem evidentes, isso não quer dizer que são televisores inferiores em qualidade de som e imagem, e sim que são aparelhos com abordagem e experiência de uso mais simples.


E aí? O que achou do artigo? Gostou das dicas e informações? 


Aproveite, curta e compartilhe a sua opinião conosco! 


3 diferentes tratamentos de fertilidade e quais as vantagens de cada um

3 diferentes tratamentos de fertilidade e quais as vantagens de cada um

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 278 mil casais brasileiros não conseguem ter filhos, representando 15% do total mundial. Mas, diante dos avanços tecnológicos, hoje há diversos tratamentos de fertilidade que auxiliam casais que querem realizar o sonho de ter um filho.

Os tratamentos de fertilidade podem ser as melhores opções para quem enfrenta problemas para engravidar, podendo ser aplicados para que a gestação aconteça tanto de forma natural ou por meio de uma técnica que visa aproximar artificialmente os gametas femininos dos masculinos por meio da manipulação laboratorial.

Por isso, quando o casal apresenta dificuldade para engravidar naturalmente, é muito importante procurar um especialista de reprodução humana para que ele avalie o caso e consiga direcionar o casal para o melhor tratamento de fertilidade.

3 principais tratamentos de infertilidade e suas vantagens

Os tratamentos de fertilidade vão desde os mais simples até os procedimentos com maior taxa de complexidade, que promovem a junção de gametas em laboratório, que são oferecidos pelas clínicas de tratamento de reprodução humana. Conheça os principais e as vantagens de cada um deles:

Fertilização In Vitro (FIV)

O tratamento de Fertilização In Vitro consiste em realizar a fecundação do óvulo com o espermatozoide em ambiente laboratorial, formando embriões que serão cultivados, selecionados e transferidos ao útero da mulher.

Vale ressaltar que, nesse tipo de tratamento de fertilidade, nem todos os embriões são viáveis e pode acontecer de não se desenvolverem em laboratórios, sendo necessária uma nova coleta de óvulos.

Essa técnica é indicada para casais que estão com dificuldade para engravidar, que possuem alguma condição genética que pode ser transferida para o bebê ou para casais homoafetivos.

Entre as principais vantagens de realizar esse procedimento, podemos citar:
  • Possibilidade de produzir uma quantidade de maior de embriões;
  • Eclosão assistida;
  • São selecionados apenas os embriões de melhor qualidade para serem transferidos para o útero materno;
  • Ter um acompanhamento médico de perto desde o início do procedimento para garantir o desenvolvimento efetivo do bebê.

Coito Programado

Este tratamento de fertilidade também é conhecido como namoro programado, possui baixa complexidade e permite a fecundação do óvulo por vias naturais. O objetivo do procedimento é acompanhar o ciclo menstrual da mulher e fornecer orientação em relação ao melhor momento para que o casal tenha relações sexuais e favoreça as chances de uma gravidez.

O coito programado é indicado quando o ciclo da mulher é irregular, o que dificultar o encontro dos espermatozoides com o óvulo. Por isso, todo o procedimento é realizado com base em exames de ultrassom e orientação de um especialista.

O tratamento de fertilidade pode ter duração de 15 dias, contando a partir do início do uso da medicação, o que geralmente ocorre por volta do segundo ou terceiro ciclo menstrual. Já as taxas de sucesso são de 10% a 20%, sendo que essa porcentagem tende a diminuir conforme mais avançada for a idade da mulher.

As principais vantagens do procedimento é que ele possui baixa complexidade e é realizado por vias naturais, sem a necessidade do casal por longos períodos de tratamento.

Inseminação Artificial

A inseminação artificial, ou como também é conhecida como inseminação intrauterina, é um tratamento de fertilidade que tem como intuito escolher os melhores espermatozoides para serem colocados no útero da mulher, próximo ao seu dia de ovular.

Para a realização desse procedimento, é feito um estímulo dos ovários, por meio do acompanhamento de um profissional, para que ele consiga observar e analisar o melhor momento para ser feita essa introdução.

Para separar os espermatozoides, é feita a coleta do sêmen do homem e seleção daqueles que possuem melhor movimentação, representando assim maiores chances de gravidez. Quando inseridos, eles devem seguir o caminho natural até encontrarem o óvulo e, assim, o fecundarem.

O tratamento de fertilização é indicado nos seguintes casos:
  • Casais que apresentam causas de infertilidade desconhecidas;
  • Alterações leves ou moderadas no espermograma;
  • Irregularidade na ovulação;
  • Alteração no colo do útero;
  • Mulheres com distúrbio de ovulação ou que não ovulam;
  • Homens com alteração do sêmen.
A taxa de sucesso do tratamento em mulheres com até 34 anos pode variar em torno de 20% a 40%, já para mulheres de 35 a 39 anos, as chances são menores e podem girar em torno de 15%. Acima dos 40 anos, a probabilidade do sucesso fica em torno de 1% até 5%.

Já as vantagens do tratamento de fertilidade por inseminação artificial são:
  • Processo mais simples;
  • O método é parecido com a concepção natural;
  • É uma técnica indolor;
  • É possível detectar o momento exato da ovulação da mulher para inserção do espermatozoide;
  • Permite que mulheres solteiras e casais homoafetivos tenham filhos.
O ideal, antes de escolher entre o tratamento de fertilidade, é conversar com um especialista em reprodução humana para que ele entenda e encontre o procedimento mais indicado para o seu caso.

O que é a menopausa precoce e como ela interfere na fertilidade?

O que é a menopausa precoce e como ela interfere na fertilidade?

Menopausa é um período delicado em que a mulher experimenta diversas mudanças em seu corpo. O último ciclo menstrual é a marca do fim da fase reprodutiva da mulher e traz mudanças que podem afetar a saúde física e psicológica de diversas maneiras. A condição costuma ocorrer por volta dos 45 a 55 anos de idade.

Algumas mulheres podem experienciar tal evento antes do tempo estimado, por volta dos 40 anos ou até mesmo antes. É a chamada menopausa precoce e suas consequências podem ser mais devastadoras, pois, muitas vezes, a mulher ainda tem planos reprodutivos e a fertilidade acaba por ser afetada.

O que é e como ocorre a menopausa precoce?

Enquanto os homens produzem gametas ao longo da vida, a mulher já nasce com o número limitado de folículos que darão origem aos óvulos que serão expelidos durante os ciclos em toda a sua vida. Por isso ocorre a menopausa, quando a produção de hormônios e a capacidade de ovulação é diminuída até as menstruações cessarem por completo, por volta dos 45 a 55 anos, em média.

A menopausa precoce, também chamada de Insuficiência Ovariana Prematura (IOP), por sua vez, ocorre quando este processo se dá antes dos 40 anos. Mulheres que estão sem menstruar há pelo menos quatro meses devem procurar um médico para investigar a possível ocorrência de menopausa precoce.

Sintomas da menopausa precoce

Ao sofrer a menopausa precoce, por causa dos desequilíbrios hormonais que a situação apresenta, a mulher com menos de 40 anos poderá passar por sintomas semelhantes aos de uma mulher que passa pela menopausa em idade comum:
  • Menstruação irregular ou sua ausência;
  • Ondas de calor sem causa aparente;
  • Alterações de humor;
  • Diminuição da libido;
  • Ressecamento vaginal e queda de cabelos;
  • Dificuldade de sono;
  • Suores noturnos.
São sintomas gerais, ou seja, é importante que a mulher, ao notar passar por alguns deles, principalmente a irregularidade ou ausência de menstruações, procurar um médico ginecologista para realizar avaliação e investigação de possível menopausa precoce, através de história clínica e exames que indicarão alterações hormonais importantes.

Menopausa precoce e a fertilidade

Uma das principais questões que são levantadas sobre a menopausa precoce é sobre a fertilidade. Nesse período, muitas mulheres ainda não são mães e planejam ser, outras já têm filhos e desejam ter mais. Por isso, essa condição pode trazer consequências psicológicas negativas, pois pode a princípio, representar o fim de um sonho.

O principal tratamento contra a menopausa precoce é a terapia de reposição hormonal até a idade em que a menopausa costuma ocorrer, geralmente após os 50 anos. O tratamento visa amenizar as consequências da diminuição do estrogênio no corpo, mas não interfere diretamente na fertilidade.

Mulheres em menopausa precoce ainda podem ter a fertilidade preservada, mas há menos de 10% de chance de engravidar através dos próprios óvulos. Uma forma de aumentar essas chances é através da fertilização in vitro (FIV), em que um óvulo é fecundado com esperma num ambiente controlado e implantado no útero de forma segura, aumentando as chances de gravidez. Caso a mulher não produza mais os próprios óvulos, pode recorrer a uma doadora através do banco de óvulos.

As chances de sucesso são maiores. A menopausa precoce não precisa significar o fim de um sonho ou uma vida difícil. Por isso, o acompanhamento de um bom especialista pode ajudar a amenizar as consequências desse desequilíbrio, e tratamentos hormonais e de fertilização podem trazer de volta o sonho da maternidade.

Qual a relação entre o cigarro e a fertilidade?

Qual a relação entre o cigarro e a fertilidade?

Há décadas, é de conhecimento geral que o cigarro é um dos produtos de consumo mais prejudiciais à saúde do ser humano, principalmente à saúde respiratória, sendo os pulmões as grandes vítimas desse mal. Mas vários outros órgãos e sistemas do nosso corpo podem ser afetados, como a capacidade reprodutiva.

A relação entre cigarro e fertilidade é mais estreita do que se imagina. Para além de simplesmente causar disfunção erétil, as substâncias contidas no cigarro podem trazer consequências negativas diretamente à capacidade do corpo de gerar filhos, e, consequentemente, a estes.

Como o cigarro prejudica a fertilidade?

Quando se fala em cigarro e fertilidade, a primeira coisa que vem à mente de muitos são problemas no sistema reprodutor como a disfunção erétil nos homens, ou os diversos problemas que podem atingir o feto durante a gravidez.

As substâncias nocivas contidas no cigarro, como a nicotina, o cádmio, fenol, ácidos e substâncias radioativas, entre outras mais de 4 mil, podem afetar a função reprodutiva masculina e feminina desde a formação dos espermatozoides e dos óvulos. Isto é, uma quantidade menor de gametas produzidos pelo corpo e estes podendo se tornar inviáveis.

Cigarro e fertilidade feminina

A capacidade reprodutiva e a gestação das mulheres são muito afetadas pelo consumo do cigarro. Além da diminuição da capacidade de fertilização, nas mulheres, a relação nociva entre cigarro e fertilidade pode ocorrer da seguinte forma:
  • Dificulta a motilidade tubária, o caminho do óvulo pelas trompas após ser expelido pelo ovário e do embrião após a fecundação, o que pode levar a gravidez tubária ou ao aborto;
  • Causa irregularidade ou ausência menstrual;
  • Possível menopausa precoce: mulheres fumantes são mais suscetíveis a desenvolver a condição, pois o consumo excessivo do cigarro diminui a reserva de óvulos nos ovários;
  • Dificulta a divisão de células do embrião, o que pode causar problemas futuros ao feto ou mesmo sua inviabilidade e consequente perda;
  • Afeta a placenta, aumentando riscos de descolamento prematuro, placenta prévia, e de crescimento do feto aquém do esperado;
  • Maior risco de sofrimento do feto e de diversas doenças em toda a sua vida.

Cigarro e fertilidade masculina

Cigarro e fertilidade masculina também têm uma interação problemática. Além da disfunção erétil, comum nos avisos das embalagens do produto, o cigarro pode afetar o sistema reprodutor masculino de outras maneiras, tais como:
  • Diminui a quantidade de espermatozoides produzidos;
  • Afeta a motilidade dos gametas, o que pode dificultar a fecundação;
  • Causa alterações no plasma seminal que pode matar espermatozoides;
  • Afeta a produção cromossômica adequada, por causa da deficiência da proteína P2, o que pode gerar desde espermatozoides inviáveis como diminuir a capacidade fértil do homem.

Cigarro e a Fertilização in Vitro

Tratamentos como a fertilização in vitro (FIV) podem ser afetados diretamente pela forma com que cigarro e fertilidade se relacionam nos corpos dos fumantes. Isso ocorre porque as taxas de fertilidade são diminuídas por causas da ação nociva das substâncias do cigarro no corpo.

Na fertilização in vitro, é importante que se produzam gametas em quantidade e qualidade suficientes para que seja realizado um procedimento bem-sucedido. Homens e mulheres fumantes apresentam déficit nessa produção e, por isso, pode haver dificuldades.

E se parar de fumar?

Parar de fumar pode reverter muitos dos problemas de fertilidade que o hábito causa. À medida que o tempo passa, desde o momento em que a pessoa decide parar de fumar, as chances de sucesso reprodutivo e de uma gravidez saudável aumentam.

Parar de fumar é difícil e muitos tem medo de não conseguir. É importante procurar ajuda médica ou de grupos de apoio quando se toma essa decisão. Existem tratamentos eficazes para se livrar do cigarro. Não é um processo fácil, mas seus benefícios compensam.

O que fazer para melhorar a aparência do rosto?

O que fazer para melhorar a aparência do rosto?

Homens e mulheres que possuem o desejo de valorizar as características do rosto em determinadas regiões, como nariz, mandíbula, lábios, testa, supercílio, queixo e malar, podem contar com os procedimentos estéticos da harmonização facial. Pois, ela tem como foco a correção dos ângulos e alinhamento da face, conferindo equilíbrio e realce da beleza.

Tratamentos para harmonização facial

Por fazer parte do processo da vida, o envelhecimento da pele é natural, porém existem métodos apropriados para minimizar o desgaste. Portanto, é possível ter uma cútis mais jovem, incluindo certas atitudes, como: evitar o estresse, adotar uma vida saudável, usar protetor solar e dermocosméticos, realizar limpeza de pele, evitar água muito quente e harmonização facial. Veja quais tratamentos podem ser realizados:
  • Bichectomia – proporciona um rosto mais fino, diminuindo a gordura na bochecha;
  • Blefaroplastia – melhora o semblante em relação às pálpebras superiores e inferiores;
  • Mentoplastia – aumenta e/ou redefine o queixo;
  • Rinomodelação – altera características específicas do nariz;
  • Ritidoplastia – elimina rugas, flacidez e excesso de pele;
  • Skinbooster – hidratação profunda e as linhas finas são amenizadas;
  • Subcision – suavização das rugas marcadas na face.

Como funciona a harmonização facial

Determinada por um conjunto de técnicas minimamente invasivas, a harmonização facial contribui com a simetria do rosto do paciente e suaviza as marcas na pele, proporcionando uma aparência jovial e do ponto de vista estético, mais atraente. Para tanto, existem métodos a serem usados, porém, serão definidos depois de uma avaliação médica.

Logo, todos os pontos da face são demarcados pelo profissional para receber as substâncias referentes ao procedimento, de modo a realizar harmonização facial. Sendo assim, após a aplicação da toxina botulínica (Botox), há um reparo estético na região da testa e rugas nos cantos dos olhos (pé de galinha), pois há uma ação do bloqueador neuromuscular.

Outro procedimento usado é o preenchimento facial com ácido hialurônico, o qual age para preencher sulcos faciais (bigode chinês), nas rugas ao redor da boca (códigos de barra), volume dos lábios, correção das olheiras, contorno da mandíbula e nariz com a intenção de mudar o formato e angulação, proporcionando harmonia ao rosto.

Independente da técnica escolhida, os traços e qualidades do paciente são respeitados havendo importância em três protocolos: beautification (indicado aos jovens, para evidenciar a beleza e seus contornos, sem pontos de envelhecimento); antienvelhecimento (delonga o envelhecimento e combate sinais); e rejuvenescimento (propicia um efeito de lifting, revigorando áreas flácidas, acometidas pelo passar dos anos.

Resultados da harmonização facial

Na maioria dos casos, como a técnica, procedimentos não invasivos são realizados e as atividades rotineiras podem continuar ao sair do consultório médico. Os resultados são notados ao término do procedimento, porém, é fundamental esperar de 15 a 30 dias, a verificar o efeito final.

Entre os principais pontos da harmonização facial, estão a simetria e a combinação das características individuais, logo, respeitando os objetivos e feições do paciente. Portanto, um tratamento personalizado necessita de um profissional qualificado, assim, será possível alcançar o resultado esperado e consequentemente um aspecto natural, reestabelecendo a a sua autoestima.

Como fazer harmonização facial sem cirurgia?

Como fazer harmonização facial sem cirurgia?

Indícios de envelhecimento, como marcas de expressões e rugas, podem ser solucionados com a harmonização facial, um procedimento não cirúrgico e minimamente invasivo. O método favorece o alinhamento e refinamento dos ângulos faciais, possibilitando ao paciente um rosto simétrico e a suavização dos sinais nos lábios, testa, supercílios, maxilar, queixo, olheiras e região molar, tornando a aparência mais jovial.

Harmonização facial, quem pode fazer?

O procedimento é indicado para homens e mulheres que desejam revigorar a aparência da face. Sendo assim, é imprescindível saber que, como qualquer outro tratamento, a harmonização facial é uma intervenção estética individualizada e personalizada, ou seja, as técnicas escolhidas são aplicadas de acordo com as particularidades de cada pessoa, fazendo com o que os resultados estejam alinhados com as expectativas esperadas.

Para começar, a primeira fase se baseia na avaliação do especialista, o qual identifica as correções a serem realizadas, considerando as queixas citadas pelo paciente em relação ao rosto. Assim, ele poderá indicar os melhores tratamentos, com o intuito de solucionar os principais desconfortos. Tão logo identificadas, as áreas são demarcadas e preparadas para iniciar a intervenção de harmonização facial.

Como é realizada e quais os procedimentos usados?

Não existe uma regra determinada, pois cada rosto é único. Além disso, há fatores a serem considerados, como a idade e os sinais contidos na face. Portanto, as características evidenciadas que precisam ser equilibradas e uniformizadas variam muito. Assim, é necessário conhecer os procedimentos e suas funções específicas. Veja:
  • Toxina botulínica – popularmente conhecida como Botox, usado na redução de rugas, correção do sorriso gengival e abertura das narinas;
  • Preenchimento facial – ameniza marcas de expressões, corrige o contorno e volume do rosto, viabilizando a harmonização facial;
  • Lipo de papada – procedimento realizado para eliminar o excesso de pele e gordura da área do pescoço (queixo duplo), tratado com aplicação de ácido deoxicólico;
  • Bichectomia – tem o objetivo de eliminar as gorduras das bochechas, promovendo um rosto mais fino;
  • Lifting facial – realizado com o uso de fios (ácido polilático) de sustentação e é absorvido pelo corpo de forma natural. Capaz de eliminar rugas, flacidez e excesso de pele.

Recuperação e resultados após a harmonização facial

Sendo os procedimentos realizados na harmonização facial minimamente invasivos, logo após a finalização da aplicação, o paciente retorna as suas atividades ao sair do consultório e consequentemente consegue observar os resultados. Porém, é necessário aguardar até 30 dias para obter uma avaliação completa do efeito. Os benefícios do tratamento são temporários, durando até 2 anos em média.

Na maioria das vezes a harmonização facial pode ser considerado um procedimento seguro, mas para isso é essencial escolher um profissional capacitado. Pois, quando a técnica não é realizada corretamente, pode estar associada com alguns riscos, como obstrução do fluxo sanguíneo na área e necrose (morte do tecido), além da deformidade na face.

Com o auxílio de um especialista qualificado, é possível ter um rosto harmônico, plenamente natural. Contudo, fale sobre as suas expectativas e veja quais são as soluções possíveis. O objetivo é obter um resultado esteticamente proporcional, sem colocar a saúde do paciente em risco. Para saber mais sobre harmonização facial, solicite uma avaliação personalizada e tire suas dúvidas.