Saturday, September 6, 2014

Daltonismo

Também conhecido como discromatopsia ou cegueira de cores, não chega ser uma doença, mas sim uma perturbação da percepção visual em que a pessoa tem a incapacidade de diferenciar cores, principalmente verde, vermelho e azul e cores derivadas.

É uma anomalia genética recessiva do cromossomo X, por causa disso ocorre com maior frequência entre os homens, que possuem apenas um cromossomo X, Já que as mulheres possuem dois. O Daltonismo é causado pela ausência ou pouca quantidade de alguns tipos de cones (células capazes de reconhecer as cores) ou por uma perda de função parcial ou total destes. Não tem cura ou tratamento, mas o uso de lentes específicas podem amenizar o problema.




Tipos: 
Protanopia - É quando há diminuição ou ausência total do pigmento vermelho. No lugar dele, o daltônico pode enxergar tons de marrom, verde ou cinza. Varia de acordo com a quantidade de pigmentos que o objeto possui. O verde tende a parecer semelhante ao vermelho. É como se a visão do vermelho e suas misturas fossem enxergadas como sépia.

Deuteranopia - Um daltônico com deuteranopia não vê a cor verde! Mas o resultado final é semelhante ao da protanopia, ou seja, os tons vistos são puxados para o marrom. Assim, quando ele observa uma árvore, enxerga tudo em apenas uma cor, com uma pequena diferença de tonalidade entre tronco e folhas.

Tritanopia - A espécie mais rara de daltonismo interfere na visão das cores azul e amarelo. Não se perde a visão total do azul, mas as tonalidades enxergadas são diferentes. O amarelo vira um rosa-claro. Daltônicos deste tipo não conseguem ver a cor laranja.

Veja também: Por que algumas pessoas têm olhos de cores diferentes?


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...