Wednesday, August 20, 2014

Por que ouvimos o som do mar dentro das conchas?

Que criança nunca ouviu dos pais ou dos avós que dá para escutar o barulho do mar ouvindo uma concha? 
E alguma vez você já deve ter feito essa experiência, não é mesmo?

Então você deve ter percebido que um som parecido com o do mar parece ecoar de dentro dela. 

Mas será que é mesmo o som do mar que estamos ouvindo?

Na verdade não. O que acontece é que o formato em espiral da concha faz com que os sons do ambiente em que nos encontramos sejam ressoados para os nossos ouvidos, amplificando-os e assim dando a impressão de ser o barulho do mar.

Como isso?

O que acontece é que as ondas sonoras dos sons residuais do ambiente (que não são registrados normalmente, por se propagarem em todas as direções) são refletidas nas paredes da concha, esse fenômeno se chama reverberação e também ocorre em cavernas (o famoso eco).

Por isso que áreas abertas reservadas a concertos costumam ter estruturas semelhantes a conchas gigantes nos palcos, para que o som seja melhor refletido e assim toda a plateia possa ouvir a orquestra, banda ou cantor.

O som muda de acordo com o tamanho da concha?
Sim, em conchas menores é possível ouvir o som mais alto, pois demora menos para o som reverberar em sua superfície, o que ocorre ao contrário em conchas maiores.

E sabia que é possível ter o mesmo efeito fazendo concha com as mãos e encostando-as no ouvido?

Sim, faça o teste, assim você ouvirá um som semelhante ao do interior de uma concha, que na verdade é a reflexão dos sons residuais ao seu redor. Interessante, não?

No entanto se você estiver em um ambiente totalmente fechado, em silêncio absoluto, não ouvirá nada, afinal não haverá nenhum som a ser repercutido.


Leia também: Conus: sua beleza muitas vezes é fatal


 

Fonte: jualfiquepordentrodetudo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...