Saturday, April 5, 2014

Arminho - Mustela erminea

É um pequeno carnívoro pertencente à Família dos Mustelídeos. É semelhante à doninha (Mustela nivalis), diferindo desta por ter uma cauda mais longa, pela sua extremidade ser negra e pela linha que separa o dorso castanho do ventre branco ser sempre rectilínea, ao contrário da doninha em que é irregular.

Tem corpo cilíndrico e alongado, patas curtas, pescoço longo, cabeça achatada e triangular e as suas orelhas são arredondadas. A pelagem de Verão é castanho arruivada no dorso e creme no ventre, enquanto que no Inverno é parcial ou totalmente branca, excepto a ponta da cauda (negra). Muda o pêlo na Primavera e no Outono.
Ocupa a maior parte da região Holárctica (Europa, metade Norte da Ásia e América do Norte) e em Portugal só foi encontrado pela primeira vez em 1985, no distrito de Vila Real. A sua distribuição no nosso país está restringida a Norte do rio Douro, estando descrita a sua presença no Parque Nacional da Peneda-Gerês, no Parque Natural de Montesinho e no Parque Natural do Alvão.
O arminho é quase exclusivamente carnívoro, sendo especialista em pequenos mamíferos. Alimenta-se sobretudo de roedores, lagomorfos (coelho e lebre) e aves. As fêmeas alimentam- se de presas mais pequenas, principalmente ratos do campo. Os machos alimentam-se preferencialmente de pequenos coelhos, lebres, aves e pequenos roedores.
 Em climas mais severos, o arminho (especialmente as fêmeas), caça muitas vezes debaixo da neve e alimenta-se praticamente só de pequenos roedores e de lemingues.



Veja Também: Raposa branca do Ártico

Fonte: naturlink
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...