Monday, March 10, 2014

Turistas abraçam coalas para tirar fotos em parques na Austrália

Coalas cheiram a eucalipto e têm textura de tapete felpudo. Essas são algumas constatações que é possível fazer ao chegar perto desse simpático animal que é um dos símbolos da Austrália.
 No Wild Life Hamilton Island – uma espécie de zoológico na ilha de Hamilton, na costa leste do país –, turistas fazem fila para tirar fotos abraçados ao bichinho que parece um pequeno urso, mas na verdade é um marsupial e, assim como os cangurus, carrega seus filhotes em uma bolsa em seu corpo. O estado de Queensland, onde fica a ilha, é um dos poucos a permitir esse tipo de aproximação.

A estrela do “Koala Cuddle” no dia da visita do G1 era Willy, um macho adulto que era colocado no colo dos visitantes pelas cuidadoras do parque e ficou quietinho durante os cliques. A foto é cobrada no final da visita. O parque, que tem também cangurus, cacatuas e outros animais típicos da fauna australiana, serve buffet de café da manhã em um espaço rodeado por árvores às quais se agarram outros coalas.
Na maioria das vezes eles estão dormindo – a espécie só fica acordada de duas a seis horas por dia, já que precisa poupar energia para digerir as folhas de eucalipto que compõem a sua dieta e que são fibrosas e cheias de componentes tóxicos. Placas alertam os turistas para que não incomodem os bichos e não usem flash nas fotos que tirarem deles.
Bem-estar animal
Outros lugares que permitem abraçar coalas para tirar fotos são o Lone Pine Koala Sanctuary, em Brisbane, o Kuranda Koala Gardens, em Kuranda, e o Cairns Tropical Zoo, em Cairns.
Os parques negam que a atividade deixe os animais estressados. Eles afirmam que seguem o código de baos práticas sobre o tema do estado de Queensland, que determina que os coalas só podem “trabalhar” até 30 minutos por dia, e não mais de dois dias seguidos. Dizem ainda que possue, uma grande colônia de animais para que nenhum deles fique sobrecarregado.
 Segundo os administradores do Cairns Tropical Zoo, pesquisas mostram que a maioria dos coalas criados em cativeiro ficam confortáveis enquanto são tocados e não sofrem impacto  na saúde ou no comportamento. Mas em New South Wales, estado onde fica Sydney, a prática é banida desde 1997. No Featherdale Wildlife Park, perto da famosa cidade australiana, o que é permitido é tirar fotos acariciando o animal em um tronco específico do zoológico.


Fonte:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...