Saturday, March 22, 2014

Superfruta, golden berry é rico em ferro e ideal para quem não come carne

Mais uma superfruta da família dos berries está chegando ao Brasil. Desta vez é o golden berry (Physalis peruviana) que, ao contrário dos demais, como goji berry e morango, que vêm da Ásia ou Europa, é originário da América do Sul, mais especificamente dos Andes peruanos e equatorianos. 

 Ele já é conhecido em outros países como África do Sul, Austrália e China e recebeu uma variedade de nomes como inca berry, cape gooseberry e cereja-do-chão peruana. Esse pequeno fruto amarelo-ouro de gosto peculiar traz diversos benefícios à saúde e, por suas propriedades nutricionais, é considerado um dos mais completos alimentos de origem vegetal da atualidade.

Por ser rico em ferro, muitos consideram o golden berry especialmente benéfico para vegetarianos e veganos, que não consomem carne.  A nutricionista Renata Saffioti, consultora da rede de produtos naturais Nação Verde, elogia a fruta: "Ela contém aminoácidos essenciais. Desta forma, dentro de uma dieta balanceada, pode ser uma opção de alimento fonte de proteínas e ferro em substituição à carne vermelha, e suprir parte da necessidade desses nutrientes". 

A também nutricionista Carolina Favaron, do Meeting Brasileiro de Nutrição & Estética, confirma: "Golden berry é uma excelente fonte de ferro, apesar de não ter a mesma quantidade encontrada na carne. A cada 100 gramas da fruta encontra-se 1,7 mg de ferro. Além disso, também é rica em vitamina C, o que aumenta a absorção do ferro no organismo". 

Aminoácidos
Favaron afirma que a fruta tem grande quantidade de aminoácidos, geralmente encontrados apenas em alimentos de origem animal: "E com o benefício de ser livre das gorduras saturadas presente nas carnes".

Pelas qualidades citadas, a fruta pode ser usada por praticantes de atividade física como fonte de aminoácidos. E também em dietas de emagrecimento, pois pode suprir aquele desejo de comer um doce, por possuir um sabor bem agradável. Já as vitaminas do complexo B presentes no fruto participam do metabolismo dos carboidratos, proteínas e gorduras, por isso, ajudam a dar mais energia e aumentar o gasto calórico. 

Além disso, contribui para o funcionamento normal do sistema imunológico e para a redução do cansaço e fadiga. Saffioti acrescenta que o golden berry é considerado uma superfruta, por conter propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias assim como as outras berries. "Ele é fonte de betacaroteno, flavonoides e vitaminas A e C".

Outra qualidade da fruta é possuir pectina, uma fibra que ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue e reduzir o colesterol. Favaron sugere que o golden berry pode ser consumido com iogurtes, vitaminas, tortas, compotas, saladas e em smoothies. 
O único "problema" da fruta, é seu preço, já que ela é importada. A nutricionista da Nação Verde confirma que o golden berry ainda é um alimento caro e diz que no Brasil ele será encontrado mais facilmente na versão seca. Uma porção de 100 gramas da fruta a granel, na versão seca, é vendida por cerca de R$ 32,92.

Uma porção de 100 gramas de golden berry possui:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...