Monday, March 17, 2014

Desaparecimentos estranhos da história

O avião da Malaysia Airlines que desapareceu no dia 8 de março sem deixar rastros, com 239 passageiros. Como pode um avião desse tamanho simplesmente sumir de todos os radares? Bom, esse não é o único caso de desaparecimento na história. Em março de 1956, quatro jatos B-47 da Força Aérea dos Estados Unidos levantaram voo na Flórida em direção a uma base militar no Marrocos.  

O primeiro reabastecimento aéreo aconteceu sem problemas. Na segunda vez, os jatos tiveram que descer uma nuvem muito densa. Eles estavam a mais de 4 mil metros de altitude quando um dos jatos sumiu. Para piorar a situação, o avião estava carregando duas cápsulas de bombas nucleares, apesar da detonação ser impossível. Mesmo com muitas buscas, nenhuma pista foi encontrada. A tripulação, formada por três pessoas, foi declarada morta.

Em 1979, um avião cargueiro da Varig, um Boeing 707, partiu de Tóquio rumo a Los Angeles. O avião levava 6 tripulantes e uma carga de 20 toneladas. O piloto era um brasileiro muito experiente, considerado um herói por fazer um pouso de emergência na França, após a aeronave de passageiros que ele comandava pegar fogo por conta de um passageiro que fumou no banheiro. 
O Boeing da Varig fez contato 33 minutos após a decolagem, quando sobrevoava o Oceano Pacífico, mas depois não teve mais nenhuma comunicação. Apesar das buscas, a aeronave nunca foi encontrada, nem partes de algum destroço, não havendo nenhuma explicação para o motivo do desaparecimento.

A história do Navy Flight 19 já virou até livro. Trata-se de um grupo de 5 aviões torpedo dos Estados Unidos, que estavam fazendo um treinamento na região próxima a Fort Lauderdale, na Flórida, em 1945, quando sumiram. Pelas conversas de rádio, o compasso dos aviões parou de funcionar e eles aparentemente estavam perdidos na região do Triângulo das Bermudas. 
Nunca foram encontrados quaisquer destroços dos aviões, o que dificulta a teoria de que eles ficaram perdidos, sem combustível e caíram no mar. Além disso, um avião que buscava pelo esquadrão desaparecido explodiu misteriosamente, com 13 tripulantes dentro. Para completar a lista de fatos estranhos, numa das transmissões de rádio, o piloto disse a seguinte frase: “Nós estamos nos aproximando de uma água branca, nada parece certo. Nós não sabemos onde estamos, água é verde, não branca”.


Fonte: superlistas
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...