Sunday, February 23, 2014

Animais estranhos

Igualzinho aos seus primos, mas dentuço. Este é o Veado-de-penacho, uma espécie que vive principalmente no centro e sul da China, e no norte de Myanmar. Sua características físicas principais são um tufo de pelo escuro na testa, e os caninos afiados e proeminentes que os machos têm, e que podem medir mais de 2,5 cm.

Rato-toupeira-pelado - Típico da Somália, Etiópia central e do Quênia, essa espécie de rato, como todos os roedores, tem dentes incisivos que nunca param de crescer e que precisam ser gastos constantemente — e, para isso, o rato-toupeira-pelado cava o tempo todo.
Diz a ciência que esta espécie vive mais que os outros ratos, e que, inclusive, seria resistente ao câncer. Eles vivem quase a vida inteira embaixo da terra, e raramente são vistos na superfície

Por causa de seu pescoço comprido, este animal é chamado de gazela-girafa. É encontrado nas regiões áridas da África. Na Somália, os nativos se recusam a comer a carne das gazelas-girafa porque acreditam que se trata de um parente próximo do camelo, e temem que, se fizerem mal a elas, seus valiosos camelos morrerão. Na verdade, a gazela-girafa é um antílope, e está muito mais próximo da gazela do que do camelo.

O sapo-roxo, quem diria, é conhecido por sua aparência bizarra. Foi descoberto apenas em 2003, e é considerado um “fóssil vivo”. Ele conseguiu passar tanto tempo “escondido” dos cientistas por conta de seu estilo de vida — o sapo-roxo passa a maior parte do ano no subsolo, emergindo apenas por duas semanas, para acasalar.

Tipo uma baleia com chifre. Este é o narval, um cetáceo de grande porte, com 4 a 5 metros de comprimento e cerca de 1,5 tonelada. Este “espeto” é considerado um dente, e é feito de marfim e pode chegar a até 3 metros de comprimento. Um em cada 500 machos tem duas presas em vez de uma.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...