Friday, January 24, 2014

Mãe com câncer terminal escreve cartas para o filho ler no futuro

Não estranhe a dureza do início desse texto, pois é intencional. O baque que você deve ter sentido ao ler essa primeira linha foi o que Rowena sentiu ao saber que possuía um grave câncer de intestino, diagnosticado logo após o parto do seu primeiro e único filho, Freddie.
Mas ao invés de se desesperar e deixar que a doença tirasse o melhor de si, ela decidiu realizar algo muito especial: fazer-se presente na vida do filho mesmo depois que seu corpo físico não mais estivesse aqui. E como ela fez isso? 
Conheça um pouco da história dessa mãe. Logo após o nascimento de Freddie, Rowena começou a sentir fortes dores de estômago, e após alguns meses, foi diagnosticada com câncer de intestino. Na tentativa de vencer o câncer, os médicos retiraram seus ovários, útero, parte do intestino e abdômen. 
Ela não ligava para o tratamento; só queria passar mais tempo com a família. Apenas 4 meses após a cirurgia, o câncer se espalhou pelo fígado, pulmões e pélvis. Não havia mais esperança para ela. Em vez de deixar que a morte iminente destruísse o resto de sua vida física, ela decidiu planejar sua “vida” mesmo após a sua morte. 
Rowena começou a escrever cartões para que Freddie pudesse abrir em momentos especiais e lesse as mensagens deixadas. Freddie poderia abrir uma mensagem especial da sua mãe em todos os aniversários. Rowena confessou se sentir estranha ao escrever para o seu filho quando ele tivesse 21 anos, pois nem imaginava como isso seria. 
Com os cartões, ela quer que ele sinta o quanto ela o amou, além de fazer com que ele sentisse um pouco de sua presença ali. Rowena já passou por inúmeras sessões de quimioterapia e cirurgias, mas ela não se importa, contando que possa passar mais tempo com a sua família e fazê-los ter certeza de todo o amor que ela eternamente sentirá. 
Rowena ainda está viva mas, no momento, está longe do seu filho, o que o deixa triste. Então, ela disse que o ursinho de pelúcia de Freddie possui poderes mágicos e que poderia conversar com ele quando se sentisse solitário, pois ela poderia ouvi-lo quando estivesse no hospital ou mesmo depois de falecida.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...