Monday, January 20, 2014

Leões caminham para extinção na África Ocidental

O número de leões na África Ocidental sofreu um "colapso catastrófico", diz uma pesquisa recém-publicada, que calcula que restem apenas 400 animais na região. E teme-se que a população inteira esteja à beira da extinção, já que haveria menos de 250 leões em idade de acasalamento. A pesquisa, realizada pela ONG Panthera e publicada no periódico científico PLOS One, foi realizada em 17 países oeste-africanos, incluindo Senegal e Nigéria, por mais de seis anos.
Os resultados são chocantes - a maioria das áreas que pesquisamos eram parques apenas no papel, sem orçamento gerencial, patrulhas. Perderam todos os seus leões e outros grandes mamíferos, afirma Henschel à BBC. Ainda segundo a pesquisa, esse leão é atualmente encontrado em apenas cinco países: Senegal, Nigéria, Benin, Níger e Burkina-Faso. Pesquisadores da Duke University, nos Estados Unidos, dizem que os leões tem chances de sobrevivência bem maiores em outras partes da África, graças à criação de reservas em parques nacionais.
Especialistas estimam que a população total de leões na África hoje é composta de aproximadamente 32 mil animais. Há 50 anos eram 100 mil, e a queda é creditada à drástica redução, pela ação humana, da área de savana natural, o habitat natural do leão. Os leões oeste-africanos têm um significado especial na cultura da região: são um símbolo de orgulho para governos e cidadãos e figuram em brasões de diversos países.

A União Internacional pela Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês) diz que será necessária ajuda internacional para salvar os animais. Ao mesmo tempo, Benin e Senegal estão elaborando um plano de ação para identificar formas de salvar seus leões.

Veja também: Mercado negro de tráfico de animais - preços que alcançam milhares e até milhões de dólares

Fonte: BBC
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...