Saturday, November 9, 2013

Tatuagem em animais: Você aprova a "arte" de tatuar os pets?

Gatos, cachorros e porcos vem sendo alvos de tatuadores, conheça de perto essa prática, também chamada de "arte".
Tatuagens em animais, especialmente em cachorros e gatos, é algo que chama atenção e cria polêmica em toda parte. Essa prática, também chamada de arte para alguns, torna-se comum em animais com pelagem curta ou sem pelos. 

A raça de gato Sphynx, por exemplo, é alvo de tatuagens devido sua ausência de pelos. Embora, as tatuagens em animais, também sejam facilmente encontradas em cobras, porcos e répteis de estimação.
Em fevereiro deste ano, o tatuador russo, Timur Rimut, de 24 anos, foi criticado nas mídias sociais ao postar um vídeo em que ele faz uma tatuagem em seu próprio gato. O gato, da raça Sphynx, foi anestesiado e submetido ao procedimento. 
Depois, o tatuador exibe fotos, inclusive dele junto com o gato, onde é possível associar a semelhança entre a tatuagem do gato com a do tatuador. Segundo o tatuador, replicar a sua tattoo em seu gato é uma "prova de amizade" e todo o procedimento foi acompanhado por um veterinário, mas nada disso impediu que as pessoas o acusassem de crueldade.
Assim como a história desse russo, há muitas outras. Em 2007, o artista belga Wim Delvoye lançou a exposição Art Farm, em que tatuou vários porcos com o logotipo da grife Louis Vuitton, imagens religiosas, além de personagens dos desenhos da Disney, como a sereia Ariel.
Na Alemanha essa "moda" durou pouco, após denúncias de que alguns donos se tornaram adeptos a tatuar seus animais, a justiça alemã proibiu essa prática e disse ser uma atividade cruel e desnecessária.
Essa prática também foi considerada cruel pelos britânicos, na Europa ganhos muitos fãs das tatuagens em animais, mas foram os chineses que mais acharam graça. Esse mesmo artista, em 2003, tentou expor porcos tatuados em seu país, a Bélgica, mas foi barrado pelas Leis em defesa dos animais. Mesmo assim, conseguiu expor em Londres e Milão onde as Leis são menos exigentes.
Mas a criatividade não para por aí, agora com menos crueldade, no Brasil as tatuagens em animais aos poucos vão ganhando espaço. Existe uma técnica que simula a tatuagem permanente e que não oferece nenhum risco ao animal. Trata-se do uso de moldes, como símbolos de time de futebol, desenhos infantis, etc. As aplicações são feitas com tintas especiais e não são tóxicas. Essas tatuagens em animais saem com 3 a 6 banhos. Geralmente, as tatuagens em animais, também conhecidas como tatuagens momentâneas, são feitas em cachorros e gatos para determinados eventos, como festas e exposições.
As tatuagens momentâneas em animais teve grande aceitação, em São Paulo já existem cursos oferecidos por especialistas, "Tattoo em animais". Já as tatuagens permanentes em animais são consideradas práticas cruéis e proibidas por Lei em alguns países. O assunto gera polêmica e deve ser discutido, ativistas em proteção aos animais são contra, mas cabe aos poderes legais da justiça estabelecer uma ordem a esta prática.

Veja também: Poodles maquiados se ‘transformam’ em zebras e palhaços.


Fonte: ospaparazzi


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...