Tuesday, October 8, 2013

Verdadeiros paraísos do litoral brasileiro I

Com mais de 7 mil quilômetros de litoral, o Brasil tem praias para todos os gostos. Algumas ficam tão lotadas no verão que é preciso disputar um espaço na areia para aproveitar a brisa do oceano. Outras, escondidas, ainda guardam a sensação de natureza virgem


Praia da Solidão, Florianópolis (SC) - Enquanto milhares de turistas disputam a areia no norte da Ilha de Santa Catarina, no estado de mesmo nome, na outra ponta algumas praias permanecem sob o segredo dos moradores. No extremo sul da cidade, depois que a rodovia termina, fica a praia da Solidão. 
Só é possível chegar até lá por trilha, mas vale o esforço. A localização garante boas ondas aos surfistas e aos banhistas aventureiros. Para os que preferem tranquilidade e água mais quente, há uma pequena piscina natural formada por uma cascata. A praia fica a 30 quilômetros do centro da cidade.

Praia de Redonda (CE) - No norte do Ceará, quase no Rio Grande do Norte, fica uma praia pouco conhecida pelos brasileiros, mas famosa entre os moradores do estado. A praia de Redonda, em Icapuí (202 quilômetros da capital), é uma das mais procuradas da região. 
Ela reflete a beleza típica cearense, com suas falésias coloridas e dunas próximas ao mar, formando um belo contraste entre o azul e o branco. A lagosta é o principal prato da culinária da cidade e fonte de renda para mais de 500 famílias. É possível ainda sair para pescar o crustáceo em uma jangada na companhia de um morador.

Prumirim (SP) - A praia de Prumirim, localizada no litoral norte de São Paulo, é um lugar conhecido por poucos. A exuberância natural da praia se dá graças à natureza que contorna o lugar. Cercada pela vegetação nativa intocada, Prumirim é o lugar perfeito para quem busca tranquilidade. A praia fica no KM 20 da BR-101, entre Santos e Rio de Janeiro.

Ponta de Castelhanos (BA) - A Ponta de Castelhanos é o ambiente ideal para quem busca, literalmente, se isolar do resto do mundo. A praia, que fica na Ilha de Boipeba, no estado da Bahia, possui águas calmas que se espalham em verdadeiras piscinas naturais totalmente preservadas. 
As areias brancas ajudam a dar o ar exótico a uma das praias baianas ainda não muito conhecidas.

Praia de Fora (PR) - A praia de Fora é um dos pontos que mais merece destaque entre todo o litoral paranaense. Ao contrário das outras do Paraná, a praia de Fora, localizada na Ilha do Mel, é contornada por construções rochosas que a isolam do resto das praias do litoral. 
Por isso, o mar é considerado perfeito para a prática do surfe, com ondas longas que chegam a seis pés de altura.

Praia da Conceição (SC) - Uma das praias mais virgens de todo o litoral brasileiro, a praia da Conceição, localizada na cidade de Bombinhas, em Santa Catarina, está repleta de piscinas naturais e costões para mergulho. O local é tão inabitado que sequer apresenta ruas de acesso à praia. 
Para chegar lá, é necessário ir pela areia. Na praia, existe um mirante de onde é possível ter uma visão panorâmica da cidade.

Praia da Almada (SP) - Também conhecida como praia do Engenho, a praia da Almada fica a 44 quilômetros do centro da cidade de São Paulo. Ainda assim, é uma das praias pouco conhecidas do litoral paulista. Protegida por rochedos em toda sua extensão, a praia ainda conserva as características de uma aldeia de pescadores. 
É uma região indicada para quem gosta de se aventurar pelas muitas trilhas do local. A água, calma e sem muitas ondas, é ideal para a pesca.

Alter do Chão (PA) - Longe do Oceano Atlântico está a paradisíaca praia Alter do Chão, no estado do Pará, na orla do rio Tapajós. A água é doce, cristalina e quente, o que tem atraído cada vez mais turistas para a região
De barco ou a nado, é possível atravessar um pequeno rio até um grande banco de areia onde ficam quiosques que servem comida e bebida. A praia fica no município de Santarém, a 37 quilômetros da capital.

Barra do Itariri (BA) - A 170 quilômetros de Salvador, na Bahia, em meio a dunas, fica esta pequena vila de pescadores chamada Barra do Itariri, praticamente vazia de segunda a sexta-feira, mas lotada nos fins de semana. 
O nome se refere ao encontro das águas do rio Itariri com o mar, completando o cenário paradisíaco. Se você achar que a paisagem é familiar, vasculhe suas lembranças: foi aqui que o filme Tieta do Agreste foi gravado.

Fonte: ehow
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...