Saturday, September 21, 2013

Caqui na prevenção do Câncer de Próstata

Acalmar os ânimos e afastar o câncer de próstata são alguns dos benefícios do fruto. Além de oferecer nutrientes e ser hidratante, é uma boa opção para o lanche.

Rico em nutrientes

Em meio aos seus 80% de água, o caqui apresenta significativas quantidades de fibras que ajudam no peristaltismo (movimentos do intestino) e na prevenção do câncer de colón intestinal. O betacaroteno, um precursor da vitamina A, auxilia na visão e na manutenção da pele e das unhas saudáveis. Já o papel da vitamina C é colaborar com o sistema imunológico. Em 100 g do caqui tipo japonês (Diospyros kaki L.) podem ser encontradas 30% e 13% das necessidades diárias de consumo de vitaminas A e C, respectivamente.

Retarda efeitos do tempo

Ele é um aliado na prevenção do envelhecimento precoce devido à presença do betacaroteno, que auxilia na redução da formação de radicais livres, e da vitamina C. São antioxidantes e, por reduzirem a formação desses radicais livres, previnem doenças cardiovasculares também.

Tem ação calmante

Pela sua alta concentração de glicose e frutose, aumenta a liberação de endorfinas que causam a sensação de bem-estar após ingeri-lo. Sabe aquele momento de ansiedade ou estresse? Renda-se à doçura do caqui e relaxe. Pessoas com restrições glicêmicas devem consumir uma unidade ao dia.

Cuidado na hora de consumir

O caqui não é um tipo de alimento de causar alergias, mas o que pode ocorrer é uma reação aos gases eteno ou etileno, utilizados para ajudar na maturação do fruto na lavoura. Lave bem antes de consumir. Ele pode ser saboreado mesmo por quem precisa perder peso, mas o importante é não abusar: assim como qualquer alimento, ele deve fazer parte de uma dieta equilibrada.

Afasta o câncer

Algumas espécies de caqui possuem licopeno em sua composição, principalmente as de cor mais avermelhada, como o japonês. O licopeno é uma substância que tem sido associada à prevenção do câncer de próstata.

Cuidado com as fibras

O risco de formação de fitobezoar (um acúmulo de fibras vegetais que levam à obstrução intestinal) ocorre em alguns indivíduos predispostos a isso que consomem as cascas e sementes de certos tipos de vegetais e frutas. Segundo estudos, o caqui é responsável por cerca de 70% a 90% dos casos de fitobezoar devido à presença de um elemento encontrado na casca do alimento verde. “O fitobezoar foi encontrado em pacientes submetidos à cirurgia prévia do trato gastrointestinal e em indivíduos que não possuem boa mastigação. Em relação ao caqui, para consumi-lo com segurança, o que se orienta é evitá-lo ainda verde”, alerta Andrea Ferreira Cunha, nutricionista da Santa Casa de São Paulo.

Lavar bem é a regra

Maduro, pode ser consumido com a casca. Assim, um maior número de fibras presentes na sua porção externa passa a ser outro benefício. Ele não contém grande quantidade de agrotóxicos, mas é bom lavá-los um a um, esfregando-os. Deixe os frutos em solução clorada por 20 minutos e enxague. Só higienize a fruta se for consumi-la em seguida.


Fonte: revistavivasaude


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...