Sunday, September 29, 2013

Arquipélago de Galápagos - Patrimônio Natural da Humanidade

Localizado a 1.000 Km longe da costa do Equador, este misterioso e fascinante arquipélago está composto de 13 ilhas grandes, 6 pequenas e mais de 40 ilhotas. Todo o arquipélago tem uma extensão total de 8.010 km².
Foram descobertas em 1535, pelo bispo do Panamá, Frei Tomás de Berlanga. Existe uma lenda de que as ilhas foram visitadas, primeiramente, pelos viajantes incas, porém não há provas disso...
O mais famoso visitante da ilha foi o jovem Charles Robert Darwin, em 15/09/1835, permanecendo até 20 de Outubro.
Durante os 5 dias em que permaneceu nessas terras, fez grandes coletas de plantas e animais, assim como observações da vida natural - o que se tornou, mais tarde, as bases da elaboração da Teoria da Evolução...
Albatroz de Galápagos
Um total de140 espécies de aves foram registradas em Galápagos: 58 residentes, 76 imigrantes e 6 introduzidas. Aproximadamente 50% das aves residentes são endêmicas das ilhas. Algumas destas espécies estão ameaçadas devido a fatores relacionados à presença humana.     

Pomba de Galápagos

Uma grande parte do arquipélago está ao sul da linha equatorial, onde convergem várias correntes marinhas. Em suma, as ilhas Galápagos são a fusão de todos os elementos necessários para criar uma maravilha zoológica. 
Calcula-se que as ilhas emergiram do Oceano Pacifico há cinco milhões de anos como resultado de erupções vulcânicas submarinas. São as formações de lava e rocha vulcânica o que dá ao turista a impressão de se achar "em outro mundo" quando visita as ilhas Galápagos.
O processo de evolução, o clima, as correntes marinhas e uma carência relativa de inimigos predatórios - incluindo o Homem- fizeram deste arquipélago um dos mais raros e importantes lugares de nosso planeta. 
Os organismos que sobreviveram à travessia evoluíram até formar espécies únicas que não se encontram a não ser neste lugar. Todos os répteis das Galápagos , a metade das espécies de aves, 32% das plantas e 25% dos peixes, assim também como um bom número de invertebrados, encontram-se exclusivamente no arquipélago.


O nome do arquipélago teve origem por causa de seus habitantes mais famosos: as tartarugas gigantes. A expressão Galápago, que vem de galopar, foi criada pelos espanhóis, que no passado cavalgavam sobre a espécie antes de matá-la para obter seu óleo e consumir sua carne. o que foi um triste episódio....


O meio ambiente terrestre e marinho das ilhas oferece uma variedade de singulares paisagens que já cativou muitas gerações de turistas e cientistas. Tartarugas gigantes, iguanas marinhas, terrestres, e lagartixas de lava, constroem a família de répteis mais espetacular jamais conhecida.

Galápagos é um dos poucos lugares em que a relação do homem com a natureza ainda é amistosa e não tão prejudicial à vida selvagem. Tombado pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade, o arquipélago equatoriano é a segunda maior reserva marinha do mundo e destino eco turístico bastante cobiçado.

                                                      Iguana  na Ilha Seymour Norte em Galápagos
Os animais não costumam se intimidar com a chegada dos homens ao seu habitat, muito pelo contrário, apresentam geralmente uma curiosidade instintiva pelos visitantes.
Além das surpresas nas areias das praias, Galápagos apresenta uma rica experiência submarina. Nas límpidas águas do Pacífico, o mergulhador encontra golfinhos e, com sorte, até baleias em período de migração.

Selar com o bebê na Ilha Seymour Norte em Galápagos

O arquipélago apresenta uma biodiversidade elevada e é o habitat de uma fauna peculiar que inclui muitas espécies.


A totalidade das ilhas constitui uma reserva de vida selvagem administrada pelo governo do Equador e que é, desde a visita de Charles Darwin, o principal laboratório vivo de biologia do mundo.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...