Wednesday, August 14, 2013

Os sintomas e tratamentos da sinusite

Veja como aliviar os sintomas da sinusite, como dor na face e nariz entupido. Beber muito líquido quando a gripe vier ajuda a manter a sinusite longe.
A terrível sinusite nada mais é do que uma inflamação no seio da face. “Surge após gripes ou crises alérgicas, que favorecem o acúmulo de muco”, explica a médica Tatiana Abdo, da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia. 
Embora fungos, vírus e bactérias sejam os maiores vilões, o desvio de septo também pode causá-la. E os sintomas mais comuns são dor na face, nariz entupido, tosse e produção de catarro amarelado.

Dá-lhe água

Usar e abusar de líquidos assim que surgem os primeiros sinais de gripes, resfriados ou alergias é o melhor para dar um chega pra lá na sinusite. Não custa lembrar a dica de beber 2 litros de água por dia, além de recorrer ao soro fisiológico para lavar o nariz. O ideal é que ele seja usado morninho. Se estiver gelado, as narinas tendem a se contrair, o que provoca desconforto. Essas medidas ajudam a diluir secreções e facilitam sua eliminação.


Aguda ou crônica

Na sinusite aguda, os sintomas duram até 12 semanas. Já a crônica ultrapassa esse período. Embora existam muitas teorias, ainda não há uma conclusão sobre por que algumas pessoas sofrem por maior tempo. Cientistas suspeitam que a imunidade baixa e a existência de bactérias mais resistentes sejam as principais vilãs.

Você sabia?

Os seios da face são cobertos por uma mucosa, película que ajuda a expelir sujeiras graças à produção de secreção.

Receita para lavar o nariz

Ferva 250 ml de água e espere amornar. Junte 1 colher (chá) de sal grosso e 2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio. Misture. Use um conta-gotas para pingar nas narinas.

Alívio bem vindo

Para afastar uma sinusite alérgica, são indicados remédios chamados corticoides, com ação anti-inflamatória. Já as que surgem a partir de gripes têm seus sintomas amenizados com antigripais e descongestionantes. As de origem bacteriana podem ser tratadas com antibióticos. Quem decide é o médico, sempre.


Fonte: MdeMulher


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...