Saturday, August 17, 2013

Mergulhador hipnotiza tubarão por 15 minutos com massagem no focinho

Conheça o encantador de tubarões. Flagrado por um casal que viajava a passeio para as Bahamas, este mergulhador, conhecido apenas como Tom, havia descido a quase 14 metros de profundidade para se encontrar com um cardume de 15 tubarões dos recifes caribenhos.
Tom segura gentilmente um dos animais com a palma de sua mão, logo após tê-lo hipnotizado com uma massagem no focinho. Graham Gibson e sua mulher Debbie
conseguiram fazer fotos da interação de Tom com os tubarões e, com elas, puderam mostrar um lado vulnerável dos animais desconhecido da maioria das pessoas.  “Ficamos surpresos com a maneira calma com que os tubarões se portaram”, conta Gibson 
"O encantador de tubarões hipnotizou um dos animais, e ele ficou completamente dócil em suas mãos", lembra Gibson. — Fazendo movimentos bem delicados para não tirar o tubarão do transe, Tom o colocou na vertical e o trouxe para perto de nós, colocando-o no nosso colo. Foi quando passamos a mão por seu corpo e barbatanas, e sentimos que a pele é parecida com uma borracha misturada com papel-lixa bem fino.

O processo de hipnose do tubarão é conhecido, segundo os cientistas, como “morte aparente”. A imobilidade é um estado temporário de paralisia, causado pela massagem no focinho do animal. Ele dura por cerca de 15 minutos, e o tubarão não sofre qualquer dano  
Não se sabe exatamente por que os tubarões reagem desta maneira à massagem no focinho, mas especialistas acreditam que pode se tratar de um mecanismo de defesa. O mergulhador Gibson, que fez as fotos, conta qual a reação mais comum das pessoas quando ele mostra as fotografias do tubarão. — Muitas pessoas dizem: “Que incrível, mas eu jamais faria isso”
— Enquanto isso, há outras pessoas que comentam que fomos muito corajosos de mergulhar tão perto de tubarões, e que aquilo tudo parecia muito perigoso. — De qualquer maneira, não me senti ameaçado em nenhum momento durante o mergulho. Os tubarões não estavam interessados em nós, e pareciam até mesmo amigáveis 

Fonte: r7
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...