Thursday, August 22, 2013

Como preparar seu cão para ficar sozinho

Cães que ficam sem companhia em casa podem se sentir bem menos solitários e entediados com a ajuda de brinquedos interativos. 
Quando todos saem de casa e o cão fica sozinho, é comum que fique estressado e até entediado com a separação. 

Os cães são animais sociais e por isso demandam atenção maior dos seus tutores, é necessário desenvolver uma terapia ocupacional durante a ausência de companhia.

As longas jornadas de trabalho se tornaram um desafio para os tutores de cachorros. Eles necessitam de atividades para se distrair nos momentos de solidão. O ideal é que aprendam a se divertir com seus brinquedos e a aproveitar estes momentos para relaxar.

Quando aprendem a desfrutar deste período, ficarão desejando ficar algum tempo só para se dedicar ao que é seu. “Transpondo para as relações humanas, temos o seguinte exemplo: os pais podem criar uma criança visando contribuir para sua independência, ensinando quais as atitudes para isso. 


Outro caminho é super protegê-la, o que a tornará insegura, medrosa diante do novo, sendo incapaz de testar suas possibilidades e saber até onde pode ir. Será dependente dos pais ou de outras pessoas para tudo. Com o cão funciona da mesma maneira”, afirma a Dra. Ceres Faraco, veterinária parceira da COMAC (Comissão de Animais de Companhia do SINDAN).

Nestes casos, é preciso dar possibilidades para que o animal possa viver satisfatoriamente este período de solidão, ou haverá uma dependência extrema e sofrimento constante. Mas a veterinária alerta que esse processo de educação exige tempo e paciência. 


A maioria dos cães sofre de estresse ao ficar mais de 4 a 6 horas em isolamento e, o fato de ficar dormindo não significa que ele esteja bem. O problema não está apenas com os que destroem ou latem demais, a diferença é que estes nos incomodam e os quietinhos não, porém o sofrimento é semelhante.

Você deve promover um enriquecimento ambiental, isto é, atividades para seu cão. “E a regra de ouro é nunca associar momentos de isolamento a punição. Pois assim ele achará que ficar sozinho é sempre ruim. Ficar só deve estar associado a coisas boas. Assim, ele fica mais tranquilo em sua ausência”, conclui a especialista.

Confira as dicas para ambientar o pet e prepará-lo para ficar sozinho:

Novas rotinas diárias:


- Instituir períodos de silêncio e distanciamento ao longo do dia;

- Ensinar que morda seus brinquedos para distração:

• Ao mesmo tempo, isso protege os outros objetos da casa;

- Introduzir na vida do cão os brinquedos interativos e inteligentes:

• Os brinquedos interativos são ocos, com orifícios que permitem introduzir comida dentro para que o cão interaja com ele. Quanto mais ele brinca, mais será recompensado obtendo comida como prêmio. Em geral, é uma distração saudável para o cão, e evitam que ele tenha outras idéias para se distrair. 


A diferença principal de outros tipos de brinquedo é que, com os interativos, não há necessidade de pessoas ou outros animais para brincar. Porém, não podemos esquecer que tanto o filhote como o adulto necessitam de nossa atenção e brincadeiras em algum período do dia. 

E o brinquedo interativo não supre esta necessidade. Quando estes brinquedos estão vazios, eles funcionam como mordedores. Podem ser mastigados, pois o material é resistente. Inclusive, há os que são específicos para filhotes ou adultos. Tendo modelos pequenos, médios e grandes com a consistência e tamanho apropriados para cada idade.

Cuidado ao adquirir brinquedos:

- Não escolha brinquedo muito pequeno pelo risco de engolir;
- O brinquedo em forma de bola deve ter o tamanho para que caiba na boca do cão. Assim ele poderá mastigar e descobrir que precisa rolar a bola para obter comida.

Como deve ser a “Sala de jogos”:
- Preparar o local, evitando que o brinquedo fique inacessível (cantos sem acesso, embaixo de móveis), pois isso pode ser prejudicial ao aprendizado e divertimento;
- Deve ser um local neutro;
- Depois que ele aprender a ficar tranquilo e brincar, pode ser liberado o acesso para toda a casa;
- A área deve conter:

• Cama
• Água
• Brinquedos recheados
• Banheiro (separado dos demais, local oposto).

Ensinar a brincar com o modelo interativo:

- Para atraí-los ao brinquedo, é importante que em um primeiro momento o recheio seja uma comida irresistível, mas que ele não possa retirar:

• O objetivo é ensinar que naquele objeto há uma comida ótima. Em sequência, deve-se colocar a comida habitual e, de tempos em tempos, algo irresistível para manter o interesse pelo brinquedo. No início do aprendizado devemos facilitar o acesso ao conteúdo de alimento para que haja desistência.


Fonte: epoca


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...