Sunday, July 21, 2013

Canários exóticos

 1. Padovano - A origem desta raça é em Pádua – Itália, por volta do ano de 1945, por seleção do Milanês (antiga raça italiana) com Parisiense cruzados com Lancashire Coppy e Crested.

Os primeiros pássaros desta raça, criada pelos Italianos, surgiram no início da década de 30.
2. Lancashire - O Lancashire tem a sua Origem: condado de Lancashire - Inglaterra, no séc. XVIII, por selecção do Manchester Coppy (antiga raça inglesa), criado a partir de mutação do canário comum.
Segundo a Old Varieties Canary Association (OVCA), clube que se dedica na Grã-Bretanha a manter e estimular o desenvolvimento das velhas raças de canários, a origem da raça nunca foi documentada mas acredita-se que ela se originou do velho canário Holandês que foi trazido para o pais, no século XVIII, pelos tecelões flamengos.
3. Canário Gloster (Serinus canarius) - Com origens muito bem documentadas, o Gloster é uma das raças de canários mais notórias nas exposições de canaricultura. 
A sua onomástica reporta-se a 1925, data em que foi apresentado no National Show (Cristal Palace), pela sua primeira criadora Mrs. Rogerson de Cheltenham, em Gloucestershire, Condado de Gloucester – Grã-Bretanha.
4. Arlequim Português -  É a única raça realmente portuguesa. Já conhecido desde o século XV, quando a descoberta das Canárias e nos arquipélagos da Madeira e Açores permitiu ao Homem entrar em contacto com esta ave selvagem que lá habitava. 
A criação de uma raça portuguesa deu apenas os primeiros nos anos oitenta do século XX. Mas foi preciso esperar até à viragem do século, para que o Canário Arlequim Português fosse reconhecido em 2000.

Fonte: 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...