Monday, June 10, 2013

Pinguim Rei (Aptenodytes patagonicus)

O pinguim-rei é uma espécie de pinguins de aproximadamente 90 cm de altura, e que pesa de 11 a 15 quilogramas. Habita a Antártica, na zona dos ventos do Oeste.
O pinguim-rei se distingue por ter a cabeça preta, o pescoço cinzento e a garganta laranja, que vai passando a branco quanto mais perto do peito estiver.

O seu nome cientifico é Aptenodytes patagonicus e é a segunda maior espécie, depois do pinguim-imperador. O peso normal para os machos e fêmeas é cerca de 15 a 16 kg, contudo ambos reduzem para 13 e 11 kg assim que termina a época de cortejo.

Estes pinguins não constroem ninhos a não ser que puserem um único ovo na terra. Depois, a incubação dura cerca de 55 dias e nessa altura o ovo está sempre protegido, pois a única coisa que o toca é o corpo do pinguim. Uma vez que tenham nascido as crias, elas se tornaram independentes a partir dos 12 a 14 meses. A média é de duas crias a cada três anos.
Os pais de uma família destes pinguins passam cerca de 14 meses chocando o ovo e criando os filhotes. A cobertura grossa e aveludada destes filhotes os protege das temperaturas do inverno na ilha.
A sua estatura chegar a ser de 100 centimetros. Os pinguim-rei vivem na zona da antárctica e ilhas subantárcticas. A sua alimentação consiste basicamente em peixes, mas também se alimenta de crustáceos e lulas.
Existem duas subespécies do pinguim-rei, o A. p. patagonicus que se encontra nas ilhas Malvinas e Georgias do sul e o A. p. halli que se encontra nas ilhas subantárcticas do oceano Indico e no sul da Austrália e Nova Zelândia.
A espécie de pinguim-rei foi bastante castigada, especialmente na segunda metade do século XIX, onde foram perseguidos para extrair o azeita e as penas. Os seus ovos também eram cobiçados naquela época.


Fonte: mundoentrepatas


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...