Friday, June 21, 2013

Curiosidades sobre animais V

1. Pica-paus - Picam nas árvores até 20 vezes por segundo, com uma força 1.200 vezes superior à gravidade, tudo sem sofrer traumatismos, retinas descoladas ou outras lesões.


2. Avestruz Tudo nessa ave é muito exagerado, mas o cérebro é muito pequeno e pode ser do tamanho ou menor que seu globo ocular. Os olhos do avestruz medem em média 5 cm de diâmetro (maior que o olho do elefante) e pesam cerca de 48 g, enquanto seu cérebro em média não passa de 42 g. Em comparação, nossos olhos medem metade do tamanho, em média 2,4 cm.
  3. Conhecidas como “formigas-kamikaze”, “formigas-bomba” ou “formigas-explosivas-da-Malásia” - Estes pequenos insetos possuem um conjunto especial de músculos localizados acima de suas mandíbulas que se estendem por quase todo o comprimento do corpo e estão ligados a glândulas cheias de veneno. 
Ao sinal de uma situação realmente perigosa para o formigueiro ou que coloque em risco a integridade da sua rainha, a alternativa é usar o que elas têm de mais poderoso. Violentamente, elas contraem esta musculatura com tanta força que causa um rompimento das bolsas de veneno, causando uma explosão ácida, geralmente tóxica para o inimigo.

4. Besouro-bombardeiro - Possuem duas glândulas iguais dispostas lado a lado, que abrem na extremidade da cavidade abdominal. Essas glândulas são preenchidas com substancias como o peróxido de hidrogênio e hidroquinona, além de um compartimento externo contendo catalase e peroxidase. As junções destes componentes químicos resultam numa reação química e o besouro produz uma “bomba”.
 O vapor resultante desta substância irritante é conhecido como p-benzoquinona, que explode embaixo do abdômen fazendo um barulho tão poderoso que pode ser ouvido pelos humanos. O resultado é uma substancia com uma temperatura tão alta que é capaz de escaldar o possível predador, ou causar queimaduras nos animais maiores, como nós!
5. Garoupa coral  - Plectropomus pessuliferus marisrubri - Peixe predador que vive em recifes tropicais, usa linguagem de sinais para indicar para companheiros onde estão escondidas as presas. É a primeira vez que registram a existência de "gestos referenciais", ou sinais específicos em peixes. 
O artigo publicado na revista 'Nature Communications' diz que o peixe treme ou inclina a cabeça em direção do local onde a presa foi vista pela última vez

6. Aranha azul - Uma aranha-caranguejeira descoberta no Brasil - O nome dado à tarântula Pterinopelma sazimai foi uma homenagem ao cientista que coletou um exemplar do animal pela primeira vez, o zoólogo Ivan Sazima, professor aposentado do Instituto de Biologia (IB) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
7. O Mantis-flor (Pseudocreobotra wahlbergii) - É uma exótica espécie de louva-a-deus nativa do Quênia. É um mestre da camuflagem devido suas cores e padrões.
8. Colugo - É um mamífero arborícola escalador encontrado no sudoeste asiático. família Cynocephalidae e ordem Dermoptera. Sua mais distinta característica, a membrana de pele que se estende entre seus membros e lhes dá a habilidade de saltar planando longas distâncias entre árvores. 
9. Tubarão-gnomo - Mitsukurina owstoni - É uma espécie de tubarão só encontrada nas profundezas do oceano. Tem longo focinho em forma de faca e uma grande boca com dentes em forma de agulha. Costuma ter 3 metros de comprimento, mas pode chegar aos 6m e ocorre no litoral norte da América do Sul, África e Europa. O focinho contém órgãos sensoriais para detectar sinais elétricos emitidos por presas, como polvos e caranguejos.
10. Sagui-bigodeiro - Saguinus Imperator - Mamífero, Primata, da família dos Callithrícídeos. Próximo da extinção é um bicho encontrado no Amazonas e Acre. Costuma ser monogâmico e assim que o filhote nasce o pai o carrega nas costas,vivem em bandos,são animais diurnos. Alimentam-se de carnes,frustas,ovos e insetos.
11. Camaleão Pantera - A gama de cores deste camaleão é muito variada, ele tem a incrível habilidade de mudar de cor para se esconder, mas não pode escolhê-la por si só, a mudança é afetada pela luz, pelo seu humor e também pela temperatura.
12. Peixe beijador - Helostoma temminckii - É um peixe teleósteo perciforme, único representante da família Helostomidae. É originário da Tailândia, Java, Bornéu, Sumatra e península Malaia. Possui cerca de 30 cm de comprimento, com o hábito de "beijar" os companheiros, na verdade eles estão brigando.

Fonte:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...