Saturday, June 8, 2013

Coruja mocho-de-faces-brancas e suas transformações - Southern White-faced Owl

A camuflagem é  uma tática de sobrevivência essencial para quem é pequeno e não tem chance de fugir de um predador. Se o animal se parece com algo que não é comestível, suas chances de sobrevivência aumentam e não é incomum encontrar insetos que se assemelham a folhas, flores, gravetos e etc. 
Mas alguns bichos não tiveram essa sorte e nasceram com cara de fast food do Reino Animal. Uma coruja africana encontrou uma solução interessante para esse problema: a arte da transformação. O mocho-de-faces-brancas é um predador de médio porte, que pode ser caçado por outras aves de rapina. 
Assim, é importante que ele permaneça camuflado. No entanto sua grande cabeça, dotada de enormes olhos cor de laranja, entregariam sua posição facilmente. Quando confrontada com grandes predadores, a coruja alonga sua silhueta – retraindo suas penas junto ao corpo – e fecha os olhos, deixando apenas uma pequena fresta entre as pálpebras para enxergar onde está a ameaça. 
Quando assume essa postura é extremamente difícil achar o mocho, que mais se parece com a continuação do tronco da árvore em que está pousado. No caso do confronto ser com um animal com o mesmo porte, a ave aposta em outra tática: o blefe. A coruja levanta as penas e fica parecendo muito maior do que realmente é. Essa mudança instantânea de forma pode assustar seu concorrente, que irá procurar um animal menos intimidador.
A habilidade de mudar de coruja para galho quebrado para gigante intimidador em segundos lhe rendeu o apelido de coruja transformer e a levou a TV. As táticas utilizadas pelo mocho-de-faces-brancas foram mostradas em um programa japonês, e podem ser vistas no vídeo abaixo


Fonte: viajeaqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...