Monday, May 27, 2013

Sapo-viscoso-vietnamita (Theloderma corticale)

Olhe bem para êle: sem a ajuda de uma objetiva com zoom esse pequeno batráquio (Theloderma corticale) torna-se praticamente impossível de ser reconhecido. Tudo por causa da sua pele rugosa, cheia de saliências verdes, marrons e castanhas que lembram as cores e a consistência dos musgos.
Espécie: Sapo-viscoso-vietnamita (Theloderma corticale)

O Sapo-viscoso-vietnamita (Theloderma corticale), ou Sapo-olho-esbugalhado (Theloderma), ou rã do Vietnã, é uma espécie de sapo da família Rhacophoridae. 


Êle é encontrado no norte do Vietnã e possivelmente na China. Seus habitats naturais são subtropicais ou tropicais úmidas de baixa altitude florestas, úmido tropical ou subtropical de altitude florestas, brejos de água doce, pântanos de água doce intermitentes e áreas rochosas. É uma espécie semi-aquática, semi-arborícolas que está ameaçada por perda de habitat.
Descrição
             
O nome comum da rã-musgo decorre do fato de que a sua pele é um mosqueado verde e marrom que lembra o musgo que cresce na rocha, formando uma forma eficaz de camuflagem. Eles tem grandes almofadas pegajosas em seus dedos e um ponto fraco. Como a maioria das rãs de árvore, as fêmeas crescem mais do que os machos e podem atingir tamanhos de 7 a 8 centímetros. Esta espécie se enrolo em forma de uma bola quando se sente assustada, e finge de morto.

Dieta
             
O Sapo-viscoso-vietnamita (Theloderma corticale) é insetívoro e come grilos, gafanhotos, baratas, vermes-de-cera, traças e moscas.

Ela desenvolveu o disfarce ideal para se camuflar à perfeição nas florestas úmidas do Vietnã, seu habitat natural. Vê-la de perto, portanto, é proeza muito rara, e não apenas devido a suas habilidades miméticas: o progressiva desflorestamento do seu habitat está colocando em sério perigo a sobrevivência da espécie. 

Essa pequena rã quando adulta não supera os sete centímetros de comprimento. Com frequência ela se aninha e se reproduz no interior de troncos de árvores onde permanece um pouco de água de chuva. A estrutura muito particular da sua pele a torna objeto de um comércio ilegal que retira numerosos exemplos do seu ecossistema.


Fonte: zoologia2013 - brasil247


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...