Monday, May 6, 2013

Os 10 parques urbanos mais lindos do mundo

Para quem mora na cidade, muitas vezes é difícil ir para o interior, ficar longe da correria e da fumaça para respirar ar puro e desfrutar de caminhadas na natureza. Ainda assim, existem soluções mais práticas que podem dar um gostinho disso tudo no meio da cidade: os espaços verdes dos parques urbanos muitas vezes têm jardins, trilhas, zoológicos, observatórios e muito mais. Confira:

1 – FORT CANNING PARK / SINGAPURA

Sobre uma colina de 60 metros de altura no centro de Singapura, encontra-se um parque verde com uma rica história, como de ter sido utilizado para o governo e para propósitos militares (até 1966). Agora, é claro, é um belo parque que contém muitos elementos diferentes, do histórico ao botânico.

Entre as atrações de Fort Canning estão o Spice Garden, que reproduz um jardim botânico criado por Sir Stamford Raffles (o estadista britânico que fundou Singapura), com portas góticas, cúpulas para descansar e muito mais. Concertos ao ar livre são realizados em um espaço historicamente utilizado para o enterro dos corpos de 600 cristãos. 


2 – MASTER OF THE NETS GARDEN / SUZHOU, CHINA
Esse parque possui um jardim calmo e tranquilo na movimentada cidade de Suzhou (lar de mais de 6 milhões de pessoas), e é parte do Patrimônio Mundial da UNESCO, “Jardins Clássicos de Suzhou”.

Estes belos jardins cercam a característica principal do parque, a Piscina Nuvem Rosa. Diferentes estações do ano são representadas por pontos de vista diferentes de plantas e pedras na seção ocidental deste jardim de 5.400 metros quadrados.

Existem dois outros elementos principais no Master of the Nets Garden: uma é uma gruta tão antiga quanto a dinastia Ming, e outro é um pinheiro que tem centenas de anos. O próprio parque surgiu em 1140 (velho pra caramba).

As áreas do jardim ao norte de Piscina Nuvem Rosa foram projetadas para acontecimentos intelectuais, enquanto as do sul foram destinadas a usos sociais. A piscina realmente parece maior do que é pelo design utilizado, em que pequenos prédios são posicionados diretamente na água, enquanto os maiores são definidos de forma a minimizar o seu aparecimento.



3 – JARDIM ZOOLÓGICO DA SILÉSIA / KATOWICE E CHORZÓW, POLÔNIA
Não só o Jardim Zoológico da Silésia, fundado em 1954 em 47,6 hectares de terra, abriga 2.500 animais, como este espaço urbano é único pelo seu impressionante Vale dos Dinossauros, que contém reconstruções em grande escala de 16 dinossauros diferentes. Andar por lá é um pouco como andar em um vale milhões de anos atrás, quando essas enormes criaturas perambulavam pela Terra.

4 – ROUNDHAY PARK / LEEDS, REINO UNIDO

Roundhay Park é um tesouro inesperado da cidade de Leeds, na Inglaterra. Ele parece estar a um mundo de distância do centro da cidade. Espalhado por 700 acres, é um dos maiores parques urbanos da Europa.

Pertencente à família Nicholson por um bom tempo, a terra foi comprada por um grupo que incluía o prefeito de Leeds e tornou-se um parque público em 1871.

Há três principais jardins em Roundhay: os Jardins Canal, contendo árvores centenárias, um lago retangular ladeado por brilhantes e coloridas flores e um lindo jardim de rosas; o Jardim de Monet, que foi construído no estilo do artista, conforme ilustrado em um de seus quadros mais famosos, e o Jardim Alhambra, com um lago retangular e fontes.

Roundhay também tem uma construção de 1812 que se assemelha a um portão de castelo, e que originalmente tinha um telhado de madeira e um quarto no andar de cima usado pelos proprietários no momento.



5 – GRIFFITH PARK / LOS ANGELES, EUA

O Griffith Park é bonito na maior parte de seus 4.310 hectares. É também a casa do Observatório Griffith – empoleirado nas encostas do Monte Hollywood – e tem sido usado como locação em muitos filmes. Infelizmente, é propenso a incêndios florestais, com 817 hectares queimados em 2007, destruindo o seu santuário de pássaros e outras atrações.

O parque foi tornado possível pelo Coronel Griffith J. Griffith, que doou terras para a cidade de Los Angeles em 1896. No começo, o seu futuro como um parque não decolou. Em 1912, o Coronel criou um fundo fiduciário a fim de realizar seu sonho de ver um observatório, planetário e anfiteatro ganhar vida no parque. Mais tarde, outras doações e aquisições permitiram que o parque se tornasse o que é hoje, com vistas espetaculares.



6 – WIENER PRATER / VIENA, ÁUSTRIA

Wiener Prater possui certamente uma das avenidas mais impressionantes do mundo, a Hauptallee, que é fechada ao trânsito e forrada com castanheiras. Entre as outras atrações notáveis do parque estão uma ferrovia estreita, a Liliputbahn, e uma micronação conhecida como a República de Kugelmugel (o artista que desenhou sua forma esférica a declarou um país soberano).

O Prater foi aberto ao mundo em abril de 1766, quando o imperador Josef II declarou-o livre para uso público e permitiu que casas de café fossem construídas, embora ainda tenha sido usado para a caça (seu antigo propósito) até 1920.



7 – KEUKENHOF / LISSE, HOLANDA
Keukenhof é parada obrigatória para qualquer amante de flores. Também conhecido como o “Jardim da Europa”, é o maior jardim de flores do mundo, com cerca de sete milhões de novas plantas a cada ano. Localizado na área medieval da pequena cidade holandesa de Lisse, foi inaugurado em 1949 como um lugar onde produtores de flores de toda a Europa poderiam expor suas plantas híbridas.



8 – PARQUE GUELL / BARCELONA, ESPANHA

Concebido pelo arquiteto catalão mundialmente famoso Antoni Gaudí, e construído nos primeiros anos do século 20, este espaço urbano deslumbrante foi mais tarde convertido de conjunto habitacional a jardim municipal.

Um dos principais pontos do Parque Guell é o terraço principal, que possui um banco feito à imagem de uma serpente. Gaudí aparentemente fez as curvas usando um operário nu sentado em barro molhado como modelo. Coberto de mosaicos, é um local surpreendente, assim como os ninhos das aves também criadas por Gaudí.

Temas como o nacionalismo catalão, misticismo e poesia arcaica também são incorporados na concepção do parque. O Guell é integrante das “Obras de Antoni Gaudi”, Patrimônio Mundial da UNESCO, e uma bênção não só para o povo de Barcelona, mas para os visitantes de todo o mundo. As vistas são insuperáveis.



9 – CENTRAL PARK / NOVA IORQUE, EUA


O Central Park é um dos parques mais bonitos do mundo, completamente cercado por uma expansão urbana. Abriu em 1857 com 770 acres (mais tarde expandiu para 843), quando um concurso de desenho de paisagem foi realizado. Entre as inovações de seu projeto, estavam diferentes rotas de circulação para cavaleiros, pedestres, e estradas subterrâneas para o tráfego através da cidade, que ajudou a manter o parque como um oásis urbano sem precedentes.

Durante sua longa história, o parque mais visitado da América passou por vários períodos de declínio e restauração. Hoje, é bem mantido, a criminalidade é baixa, e há muitas atividades que se pode fazer, incluindo observação de aves, passeios de barco e caiaque, visitar o zoológico, e até escalar os afloramentos do parque. O obelisco egípcio e os campos de morango são outras paradas famosas.



10 – JARDINS DE BUTCHART / COLÚMBIA BRITÂNICA, CANADÁ

Estes belos jardins estão entre os melhores do mundo. Criado em 1907, este santuário paisagístico foi aberto para o mundo pela família Butchart em 1921, e tem florescido desde então. Baseando-se no primeiro jardim (que ainda permanece), os Butcharts logo acrescentaram um jardim italiano e um jardim de rosas, e mais tarde espaços para crianças, incluindo o Carrossel Rose e o Pavilhão das Crianças. Em 2004, este espaço especial foi nomeado patrimônio nacional histórico.



Fonte: hypescience.com






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...