Thursday, May 23, 2013

Os 10 Olhos mais surpreendentes da Natureza!!

Enquanto o nosso egocentrismo pode nos levar a acreditar que o olho do ser humano é o mais evoluído e incrível que existe no mundo natural, existem centenas de bons exemplos de animais com olhos mais fascinantes e surpreendentes do que os nossos. Veja alguns:

 
1. Os olhos da águia:
Esta majestosa ave tem olhos que diferem muito do tipo humano, a porção traseira do olho da águia, é maior e mais achatada, fornecendo a base para uma melhor acuidade visual. O ponto focal na retina é conhecido como fóvea, e onde o olho humano contém cerca de 200.000 cones por mm, a águia tem cinco vezes mais, o que inevitavelmente leva a águia ser capaz de ver objetos ou presas de forma muito mais bem definida, mesmo a longa distância.As águias como as corujas são dotadas de três pálpebras, das quais a do fundo é a maior, sendo esta a razão para o estranho fato de essas aves sempre piscar para cima em vez do habitual movimento descendente.

2. Os olhos do crocodilo:

Lágrimas de crocodilo é uma invenção de alguma imaginação acentuada, pois esses monstros pré-históricos, não têm ductos lacrimais, e são, portanto, incapaz de derramar lágrimas. Seus olhos, porém, não produzem secreções, o que está por trás da terceira pálpebra, também chamada membrana nictitante, serve para limpeza e lubrificação. Esta membrana percorre toda a superfície dos olhos do crocodilo regularmente, ajudando a inibir o desenvolvimento de bactérias, e porque parte dessa membrana pode ser visto no canto destes olhos, quando totalmente aberta, a umidade que acompanha podem ser confundidas com lágrimas.

3 Os olhos do camaleão:

São poucos olhos em qualquer lugar na Terra tão marcantes quanto a destes répteis, onde as pálpebras superior e inferior se fundiram com a evolução, de modo que um único grande buraco permanece, através dos quais se pode ver a pupila do olho .Os Camaleões, donos desses recursos impressionante, são capazes de rolar, ou até mesmo rodar cada olho independente do outro, permitindo a visão de dois objetos separados em duas direções ao mesmo tempo,sendo quase uma perfeita acuidade visual, com um campo de 360 graus, único no mundo natural.

4. Os olhos da serpente:

Você sabe por que as cobras, como a Python mostrada acima sempre mantêm os olhos abertos? Elas não têm pálpebras móveis como à maioria dos lagartos, que ajudam a lubrificar e proteger os seus olhos. É por isso que as serpentes sempre ficam olhando para a presa. Os olhos são protegidos por duras e imóveis escamas transparentes. Embora as cobras não tenham uma visão muito boa, o sentido do olfato, a razão pela qual as línguas estão sempre tão ativa, é o melhor do mundo animal. Algumas das espécies de serpentes têm um anel avermelhado ao redor da borda esquerda das suas pupilas, e até mesmo laranja, verde, dourado, amarelo ou olhos castanhos.

5. Os olhos do Tarsier:

O Tarsier é o menor primata conhecido na terra, mas foi agraciado pela natureza com os olhos realmente enormes em comparação com o resto do corpo. Estes olhos surpreendentes são tão grandes que o tarsier não pode mexê-los em torno das órbitas oculares, para isto as pequenas criaturas têm uma adaptação especial para o pescoço, que lhes permite girar suas cabeças em 180 graus. Estes olhos hipnotizantes são os maiores de todos os mamíferos terrestres conhecidos, as pupilas proporcionam uma visão noturna que é incomparável, permitindo que o Tarsiers seja a noite um caçador habilidoso.

6. Os olhos de lagartixa:

A lagartixa é um pequeno lagarto, que tem olhos e normes para o seu tamanho que utilizado para capturar presas a noite, como todas as criaturas noturnas, a pupila da lagartixa possui uma ampla abertura, permitindo que os montantes máximos da pouca luz disponível entram nos olhos, ajudando a alcançar uma visão mais clara na noite. De dia, porém, quando a lagartixa é menos ativa, as pupilas enormes encolhem novamente para uma pequena fenda. Esses olhos são surpreendentemente protegidos da poeira e detritos por membranas transparentes, que se mantêm limpa e úmida pelo uso regular da língua comprida e pegajosa como um limpador ...

7. Os olhos das vieiras:

As vieiras são criaturas muito estranhas, de um ponto de vista visual, com muitos olhos situados ao longo da sua válvula da direita e da esquerda. Cada olho é bastante singular, algo como um telescópio de reflexão, na medida em que reflete a luz recebida na retina, após o que estas imagens se formam em bruto, sobre as células se
nsíveis à luz.

8. Os olhos das rãs:

A rã tem algumas das mais estranhas características no que diz respeito aos olhos. Quando esta criatura joga as suas longas línguas, de olhos fechados completamente, elas não podem ver a presa-alvo, mas elas ainda conseguem apanhá-las. Elas também são capazes de permitir que os seus olhos afundem novamente através de aberturas no crânio, ao engolir a presa, ajudando a facilitar o processo de passagem do alimento pela garganta. Por isso as rãs sempre a piscam, enquanto se alimentam.

9. Os olhos das libélulas:

Esses insetos são verdadeiramente surpreendentes com os seus olhos, compostos e multi-facetados ,além de grandes, fazendo com que quase todos a cabeça seja tomada por eles. Cada olho tem mais de 30 mil lentes individuais conhecidas como omatídeos, os órgãos sensíveis à luz, dando a esses insetos incríveis 360 campos perfeitos de visão.

10. Os olhos das moscas assassinas:

A mosca assassina, muitas vezes erroneamente vista como uma abelha vive feliz em toda as pastagens do mundo, com uma excelente visão, que ajuda a calcular corretamente a distância, e a velocidade de qualquer movimento à sua frente. Essas moscas têm enormes cabeças e olhos enormes compostos, cada um deles contém milhares de lentes, proporcionando visão tão afiada que é especialmente útil na observação de pequenas presas de muito longe.


Fonte: Dom Escobar


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...