Thursday, May 23, 2013

Espécie de 'mariposa-poodle' intriga cientistas pelo mundo

Pesquisador brasileiro considerou 'pouco provável' que fotografia seja falsa. O aspecto é curioso, mas é cedo para dizer que espécie é nova, diz professor.
Uma espécie estranha de “mariposa-poodle” fotografada na Venezuela intriga cientistas pelo mundo. A imagem, feita pelo zoólogo Arthur Anker em 2009, quando ainda era pesquisador da Universidade Federal do Ceará (UFC), rodou o mundo e virou o assunto da semana entre pesquisadores interessados em novos animais.

Para o professor de zoologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Olaf Hermann Mielke, especialista em mariposas e borboletas, o animal é curioso e intriga “principalmente pelas patas peludas”. “Aquilo é fora do comum, é muito estranho. As patas parecem pompom”, observa.

É pouco provável que a imagem seja falsa ou montagem, segundo o professor. Ele avaliou a fotografia a pedido do G1. “Esse bicho existe. Provavelmente não tem no Brasil, não deve ser uma espécie abundante”, avalia.

Nova espécie

Assim como cientistas estrangeiros, Mielke não soube dizer se a “mariposa-poodle” é uma nova espécie de animal. “Não é tão fácil achar uma espécie nova. É curiosa, mas dizer que é inédita já é muita filosofia”, relatou.

O zoólogo britânico Karl Shuker, PhD na Universidade de Birmingham, diz ter feito contato com o ex-pesquisador da Universidade Federal do Ceará via e-mail. Arthur Anker afirmou a ele que mostrou a imagem feita em uma área de mata na Venezuela a outros cientistas, e que “nenhum soube dizer qual é a espécie” da mariposa, relatou Shuker em seu blog.

O cientista britânico pondera que o bicho pode ser aparentado com outra mariposa, a Diaphora mandica. Há mais de 6 mil espécies de mariposas neotropicais, então é possível que uma delas seja a “poodle”, pondera Shuker em seu blog.

“Milhares de novos insetos são descobertos todo o ano em florestas na América do Sul, então não seria incomum que a ‘mariposa-poodle’ venezuelana fosse uma (nova espécie"), disse ele em seu blog.

O cientista da UFPR comparou o animal a outra mariposa, a Artace cribraria, encontrada em regiões como Estados Unidos e Honduras. "As larvas [da espécie] são urticantes, provocam queimaduras”, ponderou. Arthur Anker havia deixado uma pista na imagem que publicou da “mariposa-poodle”, sugerindo que poderia ser aparentada ao gênero Artace.

Pra Mielke, é preciso estudar mais a espécie para saber se ela é novidade. “Tem pouca gente estudando isso no mundo. De cientista de borboletas e mariposas, no Brasil, há 4 ou 5 para estudar milhares de espécies”, afirmou. O G1 tentou contato com o pesquisador Arthur Anker, mas não obteve retorno.


Fonte: G1


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...