Thursday, May 23, 2013

As Árvores-Casulo do Paquistão

PAQUISTÃO – Neste país, para escapar da morte certa nas águas das enchentes, ocorridas em 2010, milhões de aranhas refugiaram-se nas árvores. A migração resultou em um curioso 'efeito colateral'. 
As aranhas, em sua atividade incessante, cobriram as copas com suas teias conferindo um aspecto de casulo gigante às árvores. Algo entre o belo e o macabro.

Em Sindh, região sudeste do Paquistão, os moradores afirmam que jamais viram esse tipo de fenômeno mas notaram que a presença das aranhas, predadoras de insetos, diminuiu significativamente a população dos nefastos mosquitos transmissores de malária, que certamente iriam proliferar nas águas paradas que ficaram empoçadas depois da enchente.


Fonte: sofadasala


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...