Tuesday, April 16, 2013

Curiosidades sobre Animais

Caneta do mar” é um cnidário marinho, colônia de pólipos (pequenas indivíduos parecidos com anêmonas) que trabalham em conjunto para a sobrevivência do todo. Recebeu este nome devido sua aparência que lembra uma caneta antiga feita de pena; serve de alimento para algumas estrelas do mar e nudibrânquios (lesmas marinhas). Pertencem à ordem Pennatulacea e se alimentam de zooplâncton.
Pepino do Mar Nadador Rosa (Enypniastes sp.) é um equinodermo, parente das estrelas do mar, e pode chegar a medir 30cm. Foi descoberto no norte do Golfo do México a uma profundidade de cerca de 2.750 metros. A parte mais escura é a sua boca, e ele possuí tentaculos em volta dela para capturar o alimento. Devido sua transparência, que ajuda na camuflagem, é possível ver seu interior simples.
Opilião ”Máscara de Jason” (Simambea sp.; família Cosmetidae), encontrado no Equador. Apesar da semelhança com o protagonista de um filme de terror, não é venenoso.
Aranhas marinhas na realidade não são aracnídeos, mas sim artrópodes marinhos da classe Pycnogonida. Há mais de 500 espécies que são encontradas em todos os oceanos e águas profundas do mundo, variando de tamanhos desde 1 mm até cerca de 60 cm. Elas se alimentam de anêmonas, esponjas e pequenas ascídias.
Lagosta ‘Halloween’ é metade laranja e metade preta. Um caso de lagosta “quimera” . Quimeras para a zoologia são animais que contêm dois tipos de DNA, causada por dois embriões fundidos. Este exemplar foi capturado por um pescador de Massachusetts, nos EUA, e levada para o Aquário New England, em Boston.
Besouro Jóia Dourado (Anoplognathus aureus), encontrado na Austrália. Besouros deste gênero são conhecidos como “besouros natalinos”, pois aparecem em abundância em áreas urbanas durante dezembro.

Polvo-Véu - Tremoctopus Violaceus - Não usa tinta para intimidar os predadores em potencial, mas se desenrola uma grande membrana, que depois se espalha para fora e ondula na água como uma capa. Isso aumenta bastante o tamanho aparente do polvo.
 Medindo apenas 2,4 centímetros de comprimento, o Violaceus macho é absurdamente menor do que a fêmea que pode crescer mais de 2 m. A espécie desenvolveu um mecanismo de defesa incomum: Polvos-Véu são imunes ao veneno das Caravelas (semelhantes as águas-vivas, porém com uma picada ainda mais dolorosa). Pode ser encontrado em mares quentes. 

Peixe transparente - Cyanogaster noctivaga
Pesquisadores brasileiros, em cooperação com cientistas britânicos, descobriram esta espécie de peixe na Amazônia. Foi encontrada no Rio Negro, têm 2cm de comprimento e são praticamente transparentes, a não ser por sua cabeça laranja e seus órgãos azuis.

Acredita-se que ele seja de um novo gênero por causa de sua dentição única. Apesar de ser pequeno, o peixe tem duas fileiras de dentes em sua mandíbula superior - a primeira fileira possui um único dente cônicos e a segunda, interior, quatro dentes menores.

Peixe neon - Paracheirodon innesi - É um peixe de água doce da família Characidae da ordem Characiformes, originário da região norte da América do Sul. É um peixe de cardume de cores muito vivas muito apreciado na aquariofilia de água doce. Apesar de já existirem criações na Ásia, no Brasil ele é capturado no médio Rio Negro, por pescadores artesanais, que vendem os peixinhos para atravessadores, que os distribuem pelo mundo, notadamente Europa, EUA e Japão.

Peixe acará - pterophyllum - fluorescente - Geneticamente modificado, o primeiro do mundo fluorescente é uma criação conjunta entre a Academia Sinica de Taiwan e a empresada privada de tecnologia Jy Lin.
Peixe morcego de batom rosa – Ogcocephalus porrectus - É encontrado na Costa Rica. A boca avermelhada, o nariz estranho e o bigode por fazer são parte da estratégia de caça deles. Eles ficam parados no fundo do mar e o focinho possui um prolongamento que balança para lá e para cá. Quando um peixe desavisado chega perto atraído pela isca, leva o bote. Como eles passa grande parte do tempo no funco do mar, as nadadeiras peitorais funcionam como patas.
Peixe de batom vermelho - Ogcocephalus darwini - Nativo de Galápagos. Este peixe tem uma cara estranha, praticamente plana, com um nariz longo e pontudo e uma boca que parece ter recebido uma boa quantidade de batom. Essa singularidade da natureza é encontrada em Galápagos. É um nadador lento e prefere arrastar-se no fundo do mar usando suas nadadeiras como “mãos”

Baleia-branca ou beluga - Delphinapterus leucas - Além de simpáticas, tem uma habilidade especial, elas sabem fazer bolhas em forma de anéis. 

Coió - Dactylopterus volitans - É um peixe teleósteo escorpeniformes, da família dos dactilopterídeos, encontrado na costa do Atlântico, em fundos de areia, cascalho e recifes. A espécie chega a medir até 45 cm de comprimento, possuindo corpo cilíndrico e robusto de cor variável, geralmente marrom, com dorso manchado de azul e ventre claro, cabeça com espinhos e nadadeiras peitorais muito desenvolvidas.
 Peixe Unicórnio - Naso brevirostris - O singular peixe tem, ao contrário da maioria dos peixes, um chifre bem como um apêndice nasal.  Pertence à família do Acanthuridae. Pode chegar a até dois metros de comprimento. Normalmente, tem uma tonalidade acinzentada.
Formiga pote de mel - Como vivem em regiões desérticas, elas dependem do néctar produzido por plantas que surgem apenas nos períodos chuvosos. Para armazenar todo esse néctar, algumas formigas são escolhidas para viverem como autênticos potes de mel, armazenando, no próprio abdômen, sem qualquer desperdício todo este alimento, para sobreviverem nos tempos secos. 
 Aranhas coloridas - Estas aranhas saltadoras do sexo masculino tem quatro milímetros de comprimento, e pertencem à família Simaetha. Eles foram fotografados na Província Sraburi da Tailândia. Aranhas saltadoras machos são muitas vezes mais notavelmente colorida do que as fêmeas, porque é o seu trabalho para executar as exibições de cortejo.  Não foi identificada a espécie.

Peixe-sapo - Camaleão do mar - Antennariidae, família de peixes actinopterígeos, precisaram recorrer à camuflagem para escaparem de seus predadores. Com uma precisão incrível, estes peixes conseguem se passar por esponjas ou ouriços do mar, o que os torna menos interessantes para seus predadores. O corpo é achatado e tem até 30 cm de comprimento. Eles podem ser encontrados em mares tropicais e sub-tropicais, com exceção do Mar Mediterrâneo.
Mas se a camuflagem não funcionar muito bem para a proteção, estes animais têm uma carta na manga. Ao sugar uma quantidade enorme de água, eles se incham, parecendo maiores do que são e tornando-se um pouco mais assustadores.

 A aranha é uma jóia - Thwaitesia nigronodosa - Esta espécie é uma endémica da Austrália. Foi descrita pela primeira vez em 1912. Sua característica mais marcante é a coloração metálica do abdômen que parece imitar o ouro ea prata. Thwaitesia nigronodosa é uma aranha da família Theridiidae . 

Fonte: 
paulasarraino
dinizk9
revistagalileu  
wikipedia 
danibiociencias 
essaseoutras 
overnix 
zoinc 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...