Sunday, April 21, 2013

As assustadoras criaturas do taxidermista maluco

Andrew Lancaster  é um taxidermista da Nova Zelândia que levou a arte/ciência de conservar e preencher os animais mortos a novos patamares, criando híbridos impossíveis, como frangos de três cabeças e gambás alados. Andrew, mais conhecido como taxidermista maluco, começou a criação de suas criaturas assustadoras há uns 3 anos, mas ele começou a praticar taxidermia depois que se mudou para a Nova Zelândia, da Inglaterra, há 14 anos.
Depois de ver um monte de animais mortos na beira da estrada, pensou consigo mesmo "que desperdício!", e decidiu que eram um bom material para sua arte. Agora, sempre que dirige e passa por um atropelamento, junta o animal e leva para seu estúdio. Ele diz que chegando em casa:   - "coloco os animais logo abaixo do sorvete e dos vegetais no congelador ou em cima do cilindro de água quente, para secar".
O especialista em taxidermia que trabalha como zelador durante o dia em uma marina, criou um zoológico inteiro de criaturas estranhas, que vende on-line, e só mantém um: um faisão simples que encontrou no caminho para seu trabalho certo dia. 


Andrew também empalha animais normais e ao ver as duas últimas fotografias desta galeria a gente tem a certeza de que ele é muito bom no que faz. Ele diz que não mantém suas obras porque sua mulher não gosta de um monte de coisas ao redor da casa, mas provavelmente seja porque está com muito medo de suas próprias criações estranhas. Eu teria!
































Taxidermia

Taxidermia ou taxiodermia (termo grego que significa "dar forma à pele") é a arte de montar ou reproduzir animais para exibição ou estudo. É a técnica de preservação da forma da pele, planos e tamanho dos animais. É usada para a criação de coleção científica ou para fins de exposição, bem como uma importante ferramenta de conservação, trazendo também uma alternativa de lazer e cultura para a sociedade. Tem como principal objetivo o resgate de espécimes descartados, reconstituindo suas características físicas e, às vezes, simulando seu habitat, o mais fielmente possível para que possam ser usados como ferramentas para educação ambiental ou como material didático. Popularmente o termo empalhar já foi usado como sinônimo de "taxidermizar" entretanto atualmente não se usam mais os manequins de palha e barro para substituir o corpo dos animais.(wikipedia)



Fonte: Metamorfose Digital



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...