Thursday, April 18, 2013

A estranha moda de ser banguela na África do Sul

É raro que as tendências da moda durem tanto quanto 60 anos. Mas esta tradição nunca deixou de ser estilosa entre as diversas gerações de jovens na Cidade do Cabo e em outras regiões da África do Sul: modificação dental. Parece estranho, mas os jovens sul-africanos, na verdade, gostam de sorrisos desdentados, depois de extrair os dentes da frente.
Vestidos principalmente com blusas largas, bonés desenhados e óculos de sol brilhantes, destaca-se o sorriso gengival exclusivo dos jovens sul-africanos que gostam de fazer poses de gangsteres. De acordo com Yazeed Adams, de 21 anos:

- "É moda, todo mundo tem." A moda é conhecida como "Sorriso Cape Flats", em referência a um bairro populoso onde esta modificação corporal estranha é feito por um grande número de adolescentes. Mas Jacqui Friedling  do departamento de biologia da Universidade da Cidade do Cabo, que estudou o fenômeno em 2003, diz que a motivação para essa moda esquisita tem origem na pressão dos próprios amigos que já não tem os dentes frontais, seguido de perto por motivos de saúde e gangsterismo.

- "É bacana, é 'in' fazer isso", diz ela. "Já atravessou gerações, era moda no tempo dos meus pais." A prática tem em torno de pelo menos 60 anos. Na Cidade do Cabo moderna, ser banguela com pontes e ornamentos dentais é visto quase que como um ritual de passagem para os adolescentes, na maioria das vezes das famílias mais pobres. 

Algumas histórias dizem que a tradição começou por causa de pescadores, que não conseguiam comunicar uns com os outros em barcos distantes. Então, criaram o "assobio banguela" como um meio eficaz de comunicação. Os homens de hoje sentem que seus vãos dentais atraem as mulheres, e vice-versa.
Claro, nem sempre é bom ter um grande buraco onde deviam estar os dentes. Comer torna-se uma provação terrível e certas ocasiões formais exigem um sorriso belo e cheio de dentes. Para momentos como estes existem as dentaduras. É engraçado ver que as pessoas na Cidade do Cabo vão ao dentista para extrair seus dentes saudáveis, para em seguida solicitar uma prótese ao mesmo dentista.

De acordo com Rob Barry da Faculdade de Odontologia da Universidade de Western Cape, a frequência de remoção de dentes vem aumentando apesar de que os dentistas sejam eticamente impedidos de arrancar os dentes saudáveis.

- "Quase toda semana eu recebo algum adolescente ou outro aqui querendo dentes novos", diz ele. Ele próprio já fez milhares de pontes dentais para as pessoas que precisam ter uma aparência aceitável no ambiente de trabalho e outras ocasiões sociais. Na verdade as próteses parciais se tornaram as declarações de moda em si. Às vezes, são decoradas com ouro ou pedras preciosas, conforme apontado por Jacqui.

- "Este é caso de estar em um padrão acima do resto de seus colegas. O minuto em que alguém pode pagar por uma dentadura diferenciada, a idéia é 'Eu sou um pouco melhor do que você'", diz ela.

Ronald de Villiers, 45 anos, perdeu todos os dentes restantes quando uma dentadura de ouro infectou o resto de sua boca, o que não é incomum. Seus filhos de 11 e 14 anos de idade também já arrancaram os dentes da frente para parecerem mais bonitos.

- "Não é tão difícil encontrar um dentista que concorde em remover os dentes saudáveis", diz ele. Só é preciso um pouco de dinheiro extra. Surpreendentemente, a prática é seguida até por alguns chineses que vivem ao lado das áreas pobres.

Na sua pesquisa realizada com mais de 2 mil pessoas, Jacqui Friedling descobriu que 41% delas já haviam modificado seus dentes; cerca de 45% eram do sexo masculino; 42% afirmaram ser movido pela pressão dos colegas, enquanto 10% removeram os dentes para práticas de banditismo.

- "Eles contam que quando as gangues brigam, dar um soco em uma pessoa e jogar seus dentes longe é como tomar um pouco de sua riqueza", conclui Jacqui.


Fonte: mdig


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...