Friday, March 22, 2013

Foz do Iguaçu: o maior conjunto de quedas d'água da Terra

Foz do Iguaçu abriga o maior conjunto de quedas d'água da Terra

No futebol até existe certa rivalidade, mas na natureza Argentina e Brasil se entendem muito bem. A razão é nada mais, nada menos que Foz do Iguaçu, munícipio do Paraná, localizado na fronteira Trinacional, entre a Ciudad del Leste (Paraguai) e Puerto Iguazú (Argentina).

Dona de belezas estonteantes, Foz foi contemplado pela natureza que não poupou esforços e exagerou em tamanhos e medidas. Prova disso, são as famosíssimas Cataratas do Iguaçu, uma das sete maravilhas do mundo, responsáveis pelo maior conjunto de quedas d'água da Terra. 
Hoje, essa atração turística de arrancar o fôlego ostenta passarelas e mirantes ousados, proporcionando contato direto com a água e o barulho característico das corredeiras.
Além dessa maravilha, Foz do Iguaçu oferece opções de lazer como o Ecomuseu, a Hidrelétrica de Itaipu, o Parque das Aves e o Refúgio Biológico da Boa Vista. Já a gastronomia local pode ser comparada a dos grandes centros turísticos brasileiros. Modernos bares e restaurantes dispõem em seu cardápio pratos variados à disposição dos visitantes, incluindo iguarias chinesas, japonesas, portuguesas, italianas e árabes.
As Cataratas do Iguaçu foram vistas pela primeira vez por europeus em 1542, quando a expedição de Dom Alvar Nunez Cabeza de Vaca descia o Rio Iguaçu com canoas adquiridas dos índios Kaingang (guaranis), na tentativa de alcançar o Rio Paraná. As cataratas receberam, então, seu primeiro nome da cultura ocidental: Salto de Santa Maria, entretanto, prevaleceu mesmo o termo adotado pelos guaranis: Iguaçu (muita água). 
As Cataratas do Iguaçu são, na verdade, um complexo de 275 quedas que se estendem por quase cinco quilômetros do Rio Iguaçu. Três quartos das quedas situam-se na Argentina e podem ser melhor vistas do lado brasileiro. São cercadas por parques nacionais de mata atlântica. No Brasil, pelo Parque Nacional do Iguaçu, criado em 1939, e, na Argentina, pelo Parque Nacional del Iguazú.
É uma área com fauna e flora ricas. Marcado por centros de compras e lazer, Foz do Iguaçu comercializa em ambientes sofisticados e descontraídos, exemplares originais de marcas importadas famosas a preços bem mais acessíveis.

Pontos Turísticos de Foz do Iguaçu

ECOMUSEU

Representa as ligações entre o homem, sua obra e o meio ambiente, cobrindo a área de abrangência do reservatório de Itaipu. Os principais fatos relativos à história da região são contados de forma interativa. Dentro do roteiro estão atrações como os espaços temáticos de água e energia

HIDRELÉTRICA DE ITAIPU

A Hidrelétrica de Itaipu tornou-se referência mundial no aproveitamento de águas fluviais para a produção de energia elétrica, com responsabilidade socioambiental. Durante uma hora, a Visita Panorâmica, propicia uma visão externa completa da maior usina hidrelétrica do mundo em geração de energia. O ápice do passeio é poder ver as 20 turbinas da usina e ficar a poucos metros de uma delas em pleno trabalho de geração de 700 megawatts – energia suficiente para abastecer uma cidade de 2,5 milhões de residências.

RESERVA DE ITAIPU

A Itaipu conta com oito reservas e refúgios biológicos no Brasil e Paraguai que incluem mata nativa e trechos de reflorestamento.    


TEMPLO BUDISTA
A suntuosidade do espaço ocupado pelo Templo Budista atrai adeptos de religiões diversas. São 2,5 mil metros quadrados de área repleta de jardins decorados com dezenas de estátuas de divindades. A de Buda é a maior delas, com sete metros de altura. 

No interior do templo, as almofadas vermelhas convidam à meditação. Já a sacada funciona como um mirante, descortinando o rio Paraná, a Ponte da Amizade, o centro de Ciudad del Este e parte de Foz do Iguaçu.
Do Templo Budista se tem visão de parte do centro de Foz do Iguaçu e da Ciudad del Este, no Paraguai.

REFÚGIO BIOLÓGICO DA BOA VISTA

Unidade de proteção ambiental, criada nos anos 70 para receber milhares de animais “desalojados” pela usina, em que Itaipu pesquisa a produção de mudas florestais, a reprodução de animais silvestres em cativeiro e a recuperação de áreas degradadas.
PARQUE DAS AVES

Próximo ao Parque Nacional do Iguaçu, o local integra o turista à natureza exuberante da região. Aves tropicais raras e coloridas voam em amplos viveiros, integrados à exuberante floresta úmida subtropical. 

Os visitantes têm a oportunidade de conhecer de perto a vida dessas aves. Além delas, jacarés, sucuris, jiboias, saguis e borboletas encantam os visitantes.



Fonte: CVC - Prefeitura Municial de Foz de Iguaçú


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...