Saturday, December 29, 2012

Zoológico de Lujan - Buenos Aires - Argentina - O mais controverso do mundo

No Zôo de Lujan, na periferia de Buenos Aires, os visitantes podem fazer muito mais do que admirar os animais selvagens à distância. Eles podem cavalgar nas costas dos leões, tigres selvagens ou alimentar os animais com as próprias mãos. 
 Existem pessoas que fazem fila para entrar em uma jaula com estes animais e este Zoológico parece ser uma boa oportunidade de virar comida de leão. Os mais temerários podem alimentar ursos grizzly com uvas ou mesmo permitir que eles usem a língua para pegar os frutos de seus lábios; 
 brincar com elefantes, fazer carinhos em enormes tigres e tudo o mais que você pode pensar que envolva a interação com animais selvagens. A primeira coisa que a gente pensa é que tudo isso parece um acidente esperando para acontecer, mas é surpreendente saber que, desde a inauguração do jardim zoológico em 1994, não houve um único acidente.
  Na verdade, o zoológico é tão confiante da situação que nem exigem que os visitantes assinem quaisquer documentos liberando-os da responsabilidade antes de entrar nas jaulas dos animais e até permite a entrada de crianças pequenas. Mas o que faz com que os predadores selvagens fiquem tão mansos com tantos humanos estranhos? 
 Muitos argumentam que os animais são sedados em Lujan para que não representem um perigo para os visitantes, mas os donos do zoológico negaram estas acusações, dizendo que seria impossível drogá-los constantemente, porque logo ficariam doentes e morreriam.
De acordo com Jorge Semino, diretor do zoológico, o segredo está em seus métodos únicos de criação dos animais, que envolvem a interação constante com as pessoas. Os felinos de grande porte recebem mais atenção, e logo que os filhotes nascem, 
 treinadores de animais começam a trabalhar na diminuição de seus instintos violentos associados à competição por alimento. Eles se certificam de que todos eles tenham acesso ao úbere da mãe e que o tempo de amamentação seja distribuído de forma igual. 
À medida que crescem, os treinadores começar a utilizar comandos vocais para ensinar os felinos a reconhecer a diferença entre suas mãos e a carne que recebem como alimentos. Os cães são também utilizados como exemplo. 
 Semino, diz que os grandes felinos testemunham os caninos suavemente e obedientemente interagindo com os humanos, e isso serve como um exemplo para eles.  "A única maneira é criá-los a partir desde filhotes e educá-los com amor, carinho e respeito, e vão devolver o mesmo", disse o diretor sobre seus métodos. Juan José Bianchini, um biólogo que trabalha com os animais no jardim zoológico diz que:
- "A aprendizagem precoce faz com que os animais percam a sua agressividade de forma total e irreversível. Eles aprendem a conviver com outras espécies e perdem os impulsos agressivos, que são principalmente relacionados com a competição por comida. Os animais em Lujan são alimentados constantemente para mantê-los saciados e impedi-los de sequer pensar em visitantes como alimento".
Os responsáveis pelo zôo fazem de tudo para que todos acreditem que Lujan é um local maravilhoso onde o homem e a besta podem interagir pacificamente, mas nem todo mundo acredita nisso. A associação Born Free Foundation, uma organização internacional de direitos animais, pediu às autoridades para investigar as práticas no zoológico argentino, afirmando que explora os animais para fins comerciais.
Jorge Semino disse que respeita esses grupos de direitos dos animais e o trabalho que eles fazem, e admite Lujan pode não ser o lugar ideal para os animais selvagens:  - "Sabemos que este não é o lugar ideal para um animal viver, mas muitos jardins zoológicos, incluindo o nosso, dão proteção aos animais que foram abandonados ou nasceram em cativeiro. Um animal nascido em cativeiro e que passou muitos anos em contato com os seres humanos não pode ser solto na natureza novamente. Eles não saberiam como sobreviver por conta própria".
A Internet está cheia de fotos de pessoas brincando e alimentando todos os tipos de animais selvagens no Zoológico Lujan e enquanto alguns especulam que os animais são muito calmos em relação às pessoas e devem ser sedados, há outros que dizem que, embora o único lar adequado para eles seja o selvagem, os animais ali são tratados muito melhor do que na maioria dos zoológicos ao redor do mundo.
Fomte: Metamorfose Digital
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...