Friday, December 28, 2012

O templo dos tigres na Tailândia

O Templo do Tigre na Tailândia é um lugar onde foi formado um extraordinário vínculo entre o homem e o mundo dos “gatos grandes”. Os tigres são tão pacíficos aqui, que é como se tivessem aceitado o Budismo como religião. Na verdade eles sempre se sentam para as sessões de meditação com os monges e ajoelham diante deles como se eles fossem seus gurus. 
  A ligação homens/tigres começou em 1999, quando um bebê tigre doente e órfão - depois de perder a sua mãe, morta por caçadores clandestinos - foi levado para os monges. Dali para frente começaram a chegar outras crias órfãs de tigre, vítimas de caçadores clandestinos. 
 O mais espantoso é que, mesmo depois de grandes, nenhum dos tigres ficou feroz. Todos eles criados pelo monge e ensinados a controlar sua agressividade. Abott Chan, o monge que criou o primeiro tigre, diz que não há segredos em relação à atitude amigável dos tigres com os humanos...
 Chan construiu um santuário de vida selvagem, onde turistas podem tocar os tigres que descansam. Os turistas podem participar, a curta distância, do programa matinal dos tigres, que inclui exercitar suas técnicas de caça na piscina.
 Os tigres são tão dóceis, que, por vezes, os monges os têm que treinar para que eles não desaprendam a luta e percam seus poderes de autoproteção. Devido à alimentação que recebem dos monges, à base de leite, cereais e galinhas cozidas, os tigres ficam muito mansos e recebem os turistas normalmente.
 Os monges acham que esses tigres não são nada mais nada menos que ex-budistas reencarnados no mesmo lugar. É um concorrido local de turismo e uma potencial armadilha mortal, mas não houve nenhum acidente até hoje.
Mas o veterinário da Sociedade Internacional de Proteção dos Animais, Jan Schimidt-Burbach, faz um alerta: essa não é a melhor maneira de tratar esses tigres, que deveriam estar na selva. 
 Ele reconhece que os animais do templo são tratados adequadamente, mas o problema é que os tigres estão se reproduzindo em cativeiro sem a conduta científica correta, portanto, não haveria nenhum benefício em manter os bichos assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...