Friday, December 7, 2012

O hijab - seus valores e seus significados

O hijab, segundo os muçulmanos, tem sido indevidamente traduzido como “véu”, que na língua portuguesa significa “tecido com que as mulheres cobrem o rosto”, o que é incorreto, pois o termo árabe utilizado para esta última palavra é “Niqáb”, que é especificamente a peça que cobre o rosto. Portanto, o termo árabe “Hijáb” reflete um conceito mais alargado e não possui uma tradução exata e direta para português. 

Mas na verdade, o hijab vai muito além de apenas um véu, ele vem cheio de significados, não é apenas um véu sob o cabelo, mas uma vestimenta completa, cobrindo todo o corpo, deixando à mostra apenas as mãos e o rosto, e a roupa não pode marcar o corpo. 

A verdadeira intenção do hijab é a MODÉSTIA. 
A palavra hijab compreende vários sinônimos referentes a “cobertura”, segundo o Islã, onde ela não é apenas um simples objeto, ela é uma pessoa dotada por características incríveis criadas por Allah e o uso do hijab tenciona manter o equilíbrio entre homem e a mulher, jamais precedendo um em detrimento do outro. 

Ou seja a mulher não precisa usar roupas provocantes para atrair a atenção dos homens. Com o hijab a mulher muçulmana sente-se em um estado de igualdade com os homens
No Islã, o hijab é o vestuário que permite a privacidade, a modéstia e a moralidade, ou ainda "o véu que separa o homem de Deus". O termo "hijab" é, por vezes, utilizado especificamente em referência às roupas femininas tradicionais do Islã, ou ao próprio véu.

O hijab é usado pela maioria das muçulmanas que vivem em países ocidentais.
Mas também as pessoas que usam o hijab estão procurando por algo mais alegre, existem vários tipos de hijabs, com estampas, longos, curtos, floridos. Desde que combinado com a roupa, certa fica muito bonito. Já existem véus fabricados em diversos tecidos, com detalhes costurados, bordados com tamanha delicadeza, até com pedras de diamante ou esmeraldas, mas esses são mais procurados pelas futuras noivas...

"O Véu Dignifica a Mulher". A maioria muçulmana, o hijab faz que elas sejam conhecidas pelo espírito e não pela aparência.
De fato, o Islã não é a única doutrina que advoga essas diretivas, mas é certo que se trata da única religião no mundo moderno que ainda luta por manter e defender os seus princípios morais e sociais.
As muçulmanas são as únicas mulheres que ainda optam por seguir o código de indumentária deixado pelo PROFETA - Muhammad -, assim como por Jesus e Moisés (as).

O Cristianismo é atualmente a religião mais predominante no Ocidente onde dificilmente mulheres usam véus para se cobrirem, já no Islã,  o Hijáb é obrigatório.

As pessoas sempre gostam de comentar sobre suas vestes, principalmente entre as mulheres, e é claro que a questão do hijab é muito comentada, tanto pelas muçulmanas e pelas não muçulmanas.
Mas o hijab nem sempre é usado por muçulmanos de certas correntes. Muitas mulheres não usam o véu sequer para a celebração religiosa de sextas-feiras, o dia sagrado dos muçulmanos. Elas contam que usar ou não usar o véu é uma questão pessoal, e que o mais importante não é usar ou não usar, mas o motivo que leva a mulher a querer usar.
O uso do hijab é baseado nas palavras de Deus que estão no Alcorão, o livro sagrado dos muçulmanos:
"Ó profeta, dizei a vossas esposas, vossas filhas e às mulheres dos crentes que quando saírem que se cubram com as suas mantas; isso é mais conveniente, para que se distingam das demais e não sejam molestadas; sabei que Deus é Indulgente, Misericordiosíssimo"
Para quem curte, particularmente acho muito bonito, um charme mesmo, independente de religião, fora que em países como Arábia Saudita, que tem um clima totalmente desértico, o hijab é desejado pelas mulheres, não só por muçulmanas, mas por qualquer uma de nós, pois vem a proteger o rosto e os cabelos do vento forte e seco da região.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...