Sunday, December 23, 2012

Nuvens Lenticulares

São formações estacionárias de nuvens, com formato análogo a lentes, que se formam em altitude. Normalmente alinhadas com a perpendicular da direção do vento, elas podem ser separadas em altos-cúmulos lenticulares estacionários (ACSL), estratocúmulos lenticulares estacionários (SCSL), e Cirrocumulus lenticulares estacionários.
 Quando ar estável e húmido flui sobre uma montanha ou cadeia de montanhas, uma série de ondas estacionárias podem se formar à sotavento da mesma. 
 Se a temperatura na crista da onda descer abaixo do ponto de orvalho, o vapor de água em suspensão se condensará formando a nuvem lenticular. 
 Na continuação do fluxo de ar, ao descer em direção a depressão da onda, a nuvem pode evaporar-se, razão para suas bordas características. 
 Sob certas condições, longas cadeias de nuvens lenticulares podem se formar próximo da crista de cada onda subsequente em um padrão repetitivo de nuvens que pode se estender por centenas ou até milhares de quilômetros. 
 Visível em imagens de satélites como "costelas" de nuvens paralelas a uma cadeia inicial de montanhas, essa formação revela a presença do sistema de ondas. 
 Os sistemas de onda causam grandes movimentações verticais de ar, então se quantidade suficiente de vapor d'água se condensar, pode ocorrer precipitação. 
 As nuvens lenticulares já foram confundidas com OVNIs (ou como "esconderijo" de OVNIs) devido à sua aparência discóide. Cores fortes (chamada irização) são as vezes vistas nas beiradas dessas nuvens.
Fonte: WikipediA
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...