Sunday, November 11, 2012

Centro Cultural e de Exposições “Kunsthaus Graz” - Áustria

Nasceu de um concurso realizado em 2000, e teve como ganhador os arquitetos Peter Cook e Colin Furnier, que apresentaram sua ideia, uma proposta orgânica, por meio de uma pequena maquete que mais parecia uma bolha azul. 
 Hoje, construído, o edifício surpreende com suas formas inusitadas contrastando contra um meio urbano tradicional da velha Europa. O ponto alto dessa obra arquitetônica é a cobertura, uma espécie de película ou pele que transforma a fachada do prédio em quase uma bolha e as “janelas” tem a possibilidade de ser reguladas de acordo com a luminosidade.
À noite o sistema computadorizado de iluminação faz o prédio brilhar pelo seu revestimento translúcido e por conta disso foi apelidado carinhosamente pelos habitantes da cidade de “Friendly Alien” (alienígena amigável). 
 A fachada do Kunsthaus pode ser mudada eletronicamente, pois contém vários tubos circulares de luz neon posicionadas uniformemente sob o acrílico, num total de 925 tubos florescentes. 
 Este sistema é denominado BIX (Big Pixel), onde cada tubo funciona como um pixel controlado por computador, que cria animações abstratas, figuras e mensagens textuais, que podem acontecer em 20 quadros por segundo. Dessa maneira, a pele do edifício é usada para que o museu se comunique com a cidade e seja também plataforma para produções artística.


Fonte : Saccaro

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...