Monday, October 29, 2012

Veja os tipos de Óleos mais Saudáveis

Existem diversos tipos de óleo e cada um tem uma função específica na  saúde e na cozinha. Alguns óleos não podem ser aquecidos e outros quanto menos tempo no fogo, traz menos malefícios à saúde. Mas antes de conhecer o campeão do óleo mais saudável saiba um pouco mais sobre o que é um óleo e como ele é transformado a partir dos vegetais.
Óleos são basicamente formados de ácidos graxos poliinsaturados, alguns desses ácidos graxos trazem muitos benefícios a nossa saúde, como no caso do ômega-3 e ômega-6, mas essa substância é facilmente oxidada (óleo rançoso) por causa do calor ou da luz do sol o que pode piorar a ocorrência de radicais livres e aumento do colesterol ruim (LDL).
Os óleos vegetais são extraídos de sementes oleaginosas como o milho, gergelim, soja, girassol e muitos outros. Esse processo de extração é feito por diversas etapas como a prensagem, que como o nome já diz, prensa os grãos para que o óleo seja extraído, mas existem dois tipos de prensagem a frio e quente, sempre prefira os óleos prensados a frio, pois eles contêm menos impurezas e menor nível de gorduras saturadas. Depois dessa extração o óleo é filtrado, refinado e todas as impurezas são retiradas. Vale lembrar que os lipídos fornecem mais calorias que os outros alimentos.

POLI-INSATURADAS: Derrubam o colesterol ruim, os triglicérides e a pressão arterial, beneficiando o coração.
Fonte: peixes oleosos, como salmão e sardinha, além de óleos vegetais.

MONOINSATURADAS: As evidências também apontam que elas reduzem o risco cardíaco.
Fonte: abacate, azeite, linhaça e óleos de canola e de milho.

SATURADAS: Estão associadas ao aumento do colesterol ruim, entupimento das artérias e doenças do coração.
Fontes: embutidos, carnes gordas, leite e derivados integrais.
 

TRANS: Essa gordura é um perigo, aumenta o colesterol ruim e diminui o colesterol bom, aumenta o acumulo de gordura visceral. Portanto, fique de olho no rótulo.
Fontes: Produtos industrializados (bolacha, salgadinhos, produtos prontos, etc)
 


Funções das gorduras no organismo

-  Fornecer a maior quantidade de calorias por grama;
-  Transportar vit. lipossolúveis ( A,D,E e K)
Melhorar a palatabilidade dos alimentos
Diminuir o volume de alimentação; 
-  Aumentar o tempo da digestão;  
Fornecer ácidos graxos essenciais 

Na indústria a  gordura é utilizada pela propriedade de textura. Promove maciez ao alimento.

Por isso, as melhores dicas são:
  • Guarde os óleos longe da claridade do sol e em local fresco.
  • Use sempre o óleo em poucas quantidades
  • Evite ao máximo aquecer os óleos. Caso precise refogar algum alimento, comece com água e só depois acrescente o óleo.
  • Evite exageros, porque, afinal, óleos são gorduras e possuem muitas calorias.
  • Evite ao máximo as frituras por imersão. 

Agora veja os campeões saudáveis dos óleos:
  
10º lugar – Óleo de milho: contém ômega-3 e 6, mas é o óleo com maior quantidade calórica. É muito utilizado na preparação de alimentos assados.

 9º lugar – Óleo de soja: contém ômega-3, 6 e vitamina E. Antiinflamatório, bom para o coração e sistema nervoso.

 8º lugar – Óleo de girassol: contém o ômega-3, 6 e 9, mas em médias concentrações, é rico em vitamina E e gorduras monoinsaturadas. É ideal para o preparo de conservas

 7º lugar – Óleo de amêndoa: é rico em ômega-7 e 9. Melhora a saúde da pele e é muito utilizado como uma especiaria no preparo de saladas e em outros alimentos que não são aquecidos.

 6º lugar – Óleo de gergelim: contém ômega-3, 6 e 9. É rico em nutrientes antioxidantes e impede a ação dos radicais livres. Usado cru no preparo de saladas e principalmente em especiarias orientais.

 5º lugar – Óleo de amendoim: é o óleo mais indicado para frituras, já que não sofre grandes modificações com o aquecimento. É rico em ômega-3.

 4º lugar – Óleo de canola: contém ômega-3 e 6 numa proporção de dois para um. É o mais indicado para quem possui problemas cardíacos. É mais indicado para cozimento e consumo cru.

 3º lugar – Óleo de linhaça e linhaça dourada: rico em ômega-3, 6 e 9 nas proporções ideais para o nosso organismo. Auxilia na redução do colesterol, triglicerídeos e age como antiinflamatório.

 2º lugar – Óleo de coco: é rico em antioxidantes, ômega-6 e 9, ácidos graxos, vitamina E e ácido láurico. Pode ser utilizado em altas temperaturas porque não sofre grandes transformações.

 1º lugar – Azeite de oliva: Tem um alto teor de gorduras monoinsaturadas, vitamina E e ômega-9. É excelente para melhorar as funções digestivas protegendo as mucosas do estômago e do intestino, além de ser o melhor tipo de óleo para a saúde do coração, para a redução dos níveis de colesterol LDL, manutenção do colesterol HDL e ter uma alta atividade antioxidante. O único defeito do azeite é que ele não pode ser aquecido em hipótese nenhuma.

IMPORTANTE: apesar de serem benéficos a saúde todos os óleos são gorduras e apresentam muitas calorias 9 kcal por ml, por isso NUNCA exagere no consumo desses óleos e evite ao máximo esquentá-los para que os benefícios sejam ainda melhores. Óleo nenhum faz milagre, ele auxilia na saúde corporal aliado com atividade física e boa alimentação.Evite frituras em imersão.



Fonte: NutriçãoeAssuntosDiversos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...